Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fosun já tem luz verde do BCE para comprar banco alemão

O conglomerado chinês que é dono da Fidelidade e do Hospital da Luz, em Portugal, já recebeu autorização do BCE para avançar com a compra do Hauck & Aufhauser, por 210 milhões de euros.

Fosun Guo Guangchang
Reuters
Rita Faria afaria@negocios.pt 11 de Agosto de 2016 às 18:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

O Banco Central Europeu (BCE) e a autoridade de supervisão financeira da Alemanha (Bafin) deram luz verde à aquisição do banco privado alemão Hauck & Aufhauser pela Fosun.

O "sim" dos supervisores chega mais de um ano depois de o conglomerado chinês ter anunciado que estava disposto a pagar 210 milhões de euros pela instituição germânica, como parte de um plano mais vasto de aquisições na Europa.

Segundo a Reuters, que cita fontes próximas do processo, as autoridades demoraram mais tempo a concluir o processo de aprovação porque tiveram de pedir à Fosun mais detalhes sobre o "desaparecimento" do fundador, Guo Guangchang (na foto), no final do ano passado, que conduziu à suspensão das acções da empresa.

A Fosun acabaria por desfazer o mistério, informando que o milionário foi detido pelas autoridades devido a "investigações judiciais".

Apesar da luz verde do BCE e do Bafin, o acordo de compra ainda precisa da aprovação das autoridades do Luxemburgo.

A Fosun, que em Portugal é dona da Fidelidade e do Hospital da Luz, mostrou recentemente interesse em entrar também no capital do BCP, através de um aumento de capital reservado de forma a ficar com 16,7% da instituição financeira.


"A Fosun propõe-se subscrever um aumento de capital reservado unicamente à Fosun (…) através da qual, aos níveis actuais, a Fosun passaria a deter uma participação de aproximadamente 16,7% do total de acções representativas do capital social do BCP", revelou o comunicado emitido a 30 de Julho à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O mesmo comunicado adiantava que a Fosun considerava aumentar a sua participação no futuro para entre 20% a 30% do BCP. 

Ver comentários
Saber mais Banco Central Europeu BCE Alemanha Hauck & Aufhauser Guo Guangchang Portugal BCP
Mais lidas
Outras Notícias