Banca & Finanças Leite Ramos: "Interesse público justifica acesso" ao relatório secreto do BdP

Leite Ramos: "Interesse público justifica acesso" ao relatório secreto do BdP

O presidente da comissão parlamentar de inquérito à gestão da CGD explica que ainda há "dois ou três documentos" a que os deputados ainda não tiveram acesso. Um deles é o relatório secreto do BdP sobre a sua atuação no Banco Espírito Santo.
A carregar o vídeo ...
Luís Leite Ramos afirma que os deputados ainda não tiveram acesso a "dois ou três documentos", visto que ainda "constituem algum desentendimento com as entidades que os detêm". Entre estes está o relatório secreto do Banco de Portugal sobre o Banco Espírito Santo, que o governador se tem recusado a enviar. Mas o "interesse público" justifica que o faça. 

Em entrevista ao Negócios e Antena 1, o presidente da comissão parlamentar de inquérito (CPI) à gestão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) afirma que os deputados tiveram acesso a "praticamente toda" a documentação que foi pedida. 

Não conseguiram foi ainda obter o chamado relatório secreto do Banco de Portugal sobre a resolução do banco que faliu no verão de 2014 e deu origem ao Novo Banco. O "interesse público justificaria que a comissão tivesse acesso a essa informação", explica o deputado do PSD.

O regulador tem alegado que a comissão é sobre a gestão da CGD e não sobre o BES, considerando que este relatório extrava o objeto da iniciativa parlamentar.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI