Banca & Finanças Vieira Monteiro: Santander Totta "não tem exposição" a Joe Berardo

Vieira Monteiro: Santander Totta "não tem exposição" a Joe Berardo

Depois de várias insistências, o "chairman" do Santander Totta, ex-administrador da CGD, acabou por afirmar que o banco que lidera "não tem exposição" ao comendador Joe Berardo.
Vieira Monteiro: Santander Totta "não tem exposição" a Joe Berardo
Lusa
Rita Atalaia 11 de junho de 2019 às 12:19
António Vieira Monteiro, presidente não executivo do Santander Totta e antigo administrador da Caixa Geral de Depósitos (CGD), garante que o banco que lidera "não tem exposição" ao comendador Joe Berardo. À CGD, Novo Banco e BCP, a dívida do empresário é de mil milhões de euros.

O gestor ainda alegou sigilo bancário, mas acabou por responder aos deputados na comissão parlamentar de inquérito à gestão da CGD, esta terça-feira, perante a insistência da deputada do CDS Cecília Meireles. 

"Não posso falar sobre clientes do Santander. Estou muito limitado nessa matéria. A única coisa que lhe posso responder é que efetivamente não existem responsabilidades desse senhor" no banco. O cliente em causa é Joe Berardo. 

As declarações são feitas depois de a CGD, Novo Banco e BCP terem avançado com um processo em tribunal contra o empresário para cobrarem uma dívida total de mil milhões de euros, através da execução dos títulos que os bancos têm da Associação Coleção Berardo. Quando o empréstimo foi renegociado, as instituições financeiras acabaram por ficar com 75% destes títulos. 

Contudo, esta percentagem poderá já não ser a mesma. Isto depois de Joe Berardo ter dito na sua audição no Parlamento que realizou uma assembleia geral sem a presença dos bancos, na qual foi aprovado um aumento de capital que diluiu a posição da CGD, Novo Banco e BCP na associação. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI