Desporto Lucros do Sporting encolhem 97% nos primeiros nove meses do ano

Lucros do Sporting encolhem 97% nos primeiros nove meses do ano

A SAD do Sporting terminou os primeiros nove meses do ano com um lucro 97% inferior ao ano passado.
Lucros do Sporting encolhem 97% nos primeiros nove meses do ano
Record
Sara Antunes 18 de maio de 2018 às 15:17

O resultado líquido da SAD do Sporting recuou 97%, nos primeiros nove meses do ano actual fiscal (período que terminou em Março), para 1,1 milhões de euros, revelou a empresa em comunicado para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

Há um ano o lucro da SAD tinha sido de 35,1 milhões de euros.

 

Isolando o terceiro trimestre, a SAD reduziu os prejuízos de 11,4 milhões de euros para 8,97 milhões de euros.

 

Os rendimentos operacionais, excluindo transacções de jogadores, aumentaram 16% para 73,4 milhões de euros. Já receitas com as transacções de jogadores deslizaram 75% para 13 milhões de euros.

Ao nível de receitas, as vendas na Loja Verde, que inclui cachecóis e camisolas, aumentaram para 2,2 milhões de euros. Destaque para o crescimento das receitas de bilheteira, em mais de 11% para 12,47 milhões de euros. As receitas com patrocínios e publicidade aumentaram mais de 15% para 9,66 milhões de euros.

 

No que respeita às receitas provenientes das transferências de jogadores caíram em 59% para um total de 31,3 milhões de euros. Este valor foi conseguido com a venda dos passes de cinco jogadores: Adrien Silva (20 milhões), Paulo Oliveira (quatro milhões), Marvin Zeegelaar (três milhões), Tobias Figueiredo (2,3 milhões) e Ezequiel Schelotto (2,2 milhões).

 

Um ano antes, só os passes de dois jogadores (João Mário e Islam Slimani) renderam aos cofres do Sporting mais de 70 milhões de euros.

 

Ao nível das competições europeias, a participação na Liga dos Campeões, até à fase de grupos, e posteriormente na Liga Europa, com a equipa a conseguir apurar-se até aos quartos-de-final (onde foi derrotada pelo Atlético de Madrid), rendeu aos cofres da SAD 21,7 milhões de euros, mais 45% do que no ano passado. Na época anterior, a equipa de futebol só tinha conseguido apurar-se para a Liga Europa, uma competição que gere receitas mais baixas.

 

No que respeita aos gastos, a SAD aumentos os seus custos com pessoal 16,7% para um total de 56,5 milhões de euros.


(Notícia actualizada às 15:44 com mais informação)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI