Desporto Salgado Zenha critica Montepio e fala em "vergonha alheia"

Salgado Zenha critica Montepio e fala em "vergonha alheia"

O responsável leonino criticou o banco responsável pela emissão obrigacionista em que o Sporting encaixou 25,9 milhões de euros, abaixo dos 30 milhões pretendidos.
Salgado Zenha critica Montepio e fala em "vergonha alheia"
Lusa
Record 23 de novembro de 2018 às 20:54
Francisco Salgado Zenha, vice-presidente do Sporting, teceu esta sexta-feira críticas à forma como o Montepio lidou com o empréstimo obrigacionista do Sporting. O responsável leonino admite que "foi um processo muito complexo" e que houve "pouco tempo", mas salienta que aquele banco "teve um comportamento que não dignifica a instituição".

"Quando chegámos, foi apresentado um calendário posterior à antiga obrigação, que previa um empréstimo intercalar. Trabalhámos sempre nesse sentido. Esse empréstimo intercalar foi para aprovação do conselho de administração, foi aprovado pelas equipas técnicas do Montepio, já tinha sido aprovado um idêntico em Maio com a administração anterior, numa altura em que tínhamos uma situação de liquidez muito pior do que agora. No entanto, surpreendentemente, fomos enrolados praticamente até a um mês do reembolso e foi-nos dito que rejeitavam esse empréstimo intercalar", sublinhou o mesmo responsável.

"O mais curioso foi a forma como foi transmitida essa mensagem, que não vou comentar por uma questão de vergonha alheia. É institucionalmente nunca visto", explicou Salgado Zenha em conferência de imprensa.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI