Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

122 mil milhões. Liquidez da empresa de Buffett atinge novo recorde

O valor de mercado das posições acionistas da Berkshire Hathaway superou pela primeira vez os 200 mil milhões de dólares.

3º Warren Buffett - Estados Unidos - 91.4 mil milhões de dólares
Rick Wilking / Reuters
Negócios jng@negocios.pt 03 de Agosto de 2019 às 18:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Enquanto não encontra a empresa alvo para realizar uma grande aquisição, a Berkshire Hathaway continua a acumular dinheiro, tirando partido sobretudo dos ganhos que está a conseguir nos mercados acionistas.


A companhia de Warren Buffett anunciou este sábado que alcançou lucros de 14,1 mil milhões de dólares no segundo trimestre, o que representa um crescimento de 17% face ao período homólogo.


Quanto à liquidez, aumentou para 122 mil milhões de dólares, o que representa um novo máximo histórico para holding. Mas este não foi o único recorde da Berkshire Hathaway. O valor das participações acionistas da companhia superaram pela primeira vez a marca dos 200 mil milhões de dólares.


Um valor que foi impulsionado pelo bom desempenho das bolsas no segundo trimestre, em particular das companhias onde a Berkshire Hathaway tem posições mais fortes, como a Apple e a Coca-Cola.


Segundo a companhia, os ganhos na bolsa contribuíram com 8  mil milhões de dólares para os lucros, sendo que o restante teve origem nas empresas que são controladas a 100% pela holding.


Há vários anos que a Berkshire Hathaway procura alocar o elevado montante de liquidez disponível na aquisição de uma empresa de elevada dimensão. Mas a busca tem sido difícil, com Buffett a queixar-se do elevado preços dos ativos nos mercados.


Em vez de investir em aquisições, a Berkshire Hathaway tem consumido uma pequena parte da liquidez a comprar ações próprias. No primeiro semestre gastou 2,1 mil milhões de dólares.
Ver comentários
Saber mais Warren Buffett Berkshire Hathaway
Outras Notícias