Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

António Mexia e Manso Neto pagaram caução de dois milhões de euros

António Mexia, CEO da EDP, e Manso Neto, CEO da EDP Renováveis, já depositaram o valor da caução determinado pelo juiz Carlos Alexandre.

António Mexia e João Manso Neto foram suspensos de funções. Vão contest      ar a medida imposta pelo juiz Carlos Alexandre.
Mafalda Santos
Negócios jng@negocios.pt 07 de Agosto de 2020 às 09:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
António Mexia e Manso Neto já pagaram os valores relativos às cauções decididas no âmbito do processo das rendas excessivas, revela esta sexta-feira o Correio da Manhã. Tanto o CEO da EDP como o presidente da EDP Renováveis, cujos mandatos estão suspensos, depositaram na semana passada um milhão de euros cada, com garantia do Millennium BCP, à ordem do Tribunal Central de Instrução Criminal.

Também João Conceição, administrador da REN e arguido no mesmo processo, pagou a caução devida de 500 mil euros, com garantia do Abanca. 

Foi no início de julho que António Mexia e Manso Neto ficaram a conhecer as medidas de coação decididas pelo juiz Carlos Alexandre, no âmbito do processo das rendas excessivas. O juiz deu então 15 dias aos arguidos para pagarem as respetivas cauções, tendo ainda ordenado a suspensão de funções e a proibição de contactar os arguidos e testemunhas no caso das rendas excessivas. Mexia e Manso Neto estão ainda impedidos de entrar nos edifícios da EDP e de viajar para o estrangeiro.
Ver comentários
Saber mais António Mexia Manso Neto EDP Millennium BCP Tribunal Central de Instrução Criminal
Mais lidas
Outras Notícias