Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Blockbuster pode iniciar processo de falência

A Blockbuster Inc., maior cadeia mundial de aluguer de filmes de vídeo, contratou um advogado para explorar a possibilidade de pedir protecção ao abrigo da lei de falências. As acções da empresa deslizaram mais de 76%.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 19:35
A Blockbuster Inc., maior cadeia mundial de aluguer de filmes de vídeo e que tem 20 lojas em Portugal, contratou um advogado para explorar a possibilidade de pedir protecção ao abrigo da lei de falências.

A informação foi avançada pela Bloomberg, citando fonte próxima do processo.

A Kirkland & Ellis LLP é a sociedade de advogados à qual foi solicitado que avalie as opções de reestruturação da empresa, o que poderá incluir um processo de falência.

A Blockbuster, sedeada em Dallas, conta com mais de 7.500 lojas na América do Norte, Europa, Ásia e Austrália e tem-se debatido para concorrer com a Netflix, a maior empresa norte-americana de encomenda de filmes por correio. A Blockbuster alargou a sua biblioteca digital de filmes e passou a disponibilizá-los em telemóveis e televisores com ligação à Internet, refere a Bloomberg.

A Blokbuster está em Portugal com 20 lojas, de acordo com o "site" da empresa.

A empresa planeia disponibilizar 90.000 títulos de filmes em DVD por correio, segundo o “website” da Blockbuster.

No passado dia 14 de Janeiro, a Blockbuster anunciou uma parceria com a Sonic Solutions, empresa de edição de vídeo digital, destinada a agregar ambas as bibliotecas e oferecer aos clientes acesso imediato a filmes. Recentemente lançou também um “media player” do tamanho de uma caixa de junção eléctrica que descarrega filmes para serem visionados na televisão, salienta a Bloomberg.

A Blockbuster seguia a cair 76,52% em Nova Iorque, a valer 0,2254 dólares.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio