Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ciberataques podem custar mais de oito mil milhões em 2025

Analista Cybersecurity Ventures estima que o custo atual dos ciberataques está em cinco mil milhões de euros e que vá subir em 15% ao ano , chegando a oito mil milhões de euros em 2025. Especialistas defendem que o impacto vai muito além das perdas económicas e minam a confiança dos cidadãos nos seus governantes.

Tiveram de ser as autarquias e privados, nomeadamente empresas, a suprir a falta de equipamentos informáticos.
GettyImages
Negócios jng@negocios.pt 10 de Fevereiro de 2022 às 09:19
  • Partilhar artigo
  • ...

Os ciberataques registados em todo o mundo custaram mais de cinco mil milhões de euros à economia global, em 2021. Os números são avançados pelo Público com base nos cálculos da Cybersecurity Ventures, que prevê que este número continue a subir em 15% todos os anos, até ultrapassar os oito mil milhões de euros em 2025. Este valor inclui os impactos com o roubo e a destruição de dados, a perda de produtividade das empresas e de organizações, o roubo de propriedade intelectual e o custo da reparação dos danos.


Segundo o barómetro de 2022 da seguradora alemã Allianz, o crescente número de ciberataques está a fazer com que, cada vez mais, a segurança cibernética ocupe o topo das preocupações de empresas e governos de todo o mundo. "O custo dos ciberataques está a aumentar porque há cada vez mais empresas conectadas e com uma componente digital. E os ciberataques trazem sempre consequências económicas", diz, ao Público, Scott Sayce, que lidera o centro de competência cibernética no grupo Allianz.


Mas o custo de um ciberataque vai além da economia. Os especialistas da Fundação para a Defesa da Democracia (FDD), um think tank em Washington, defendem que as fragilidades digitais são uma ameaça para a confiança nos próprios Estados. "Os ciberataques corroem a confiança das pessoas nos seus governantes", explica ao Público Annie Fixler, diretora adjunta do Centro de Inovação Cibernética da FDD. "No caso de um ataque a infra-estruturas críticas, podem existir perdas ao nível da vida humana. Parece que só a informação falsa e as notícias falsas fazem isto, mas os ciberataques, especialmente os ataques a infra-estruturas críticas, afetam bastante a confiança que alguém tem nos seus governantes".

Ver comentários
Saber mais ciberataques computador hacker vodafone
Outras Notícias