Empresas Concorrência espanhola multa empresa dos CTT por cartel

Concorrência espanhola multa empresa dos CTT por cartel

A Tourline, empresa de encomenda dos CTT em Espanha, foi condenada ao pagamento de uma multa superior a 3 milhões de euros.
Concorrência espanhola multa empresa dos CTT por cartel
Alexandra Machado 09 de março de 2018 às 19:38
A Tourline, empresa de encomendas dos CTT em Espanha, foi condenada pela entidade supervisora da concorrência em Espanha ao pagamento de uma coima superior a 3 milhões por com outra companhia, a ICS, ter actuado de forma anticoncorrencial, anunciou os CTT em comunicado à CMVM.

A empresa já disse que irá recorrer por considerar infundada a acusação.

"A Tourline considera infundada a decisão pelo que irá apresentar recurso no tribunal judicial competente", diz os CTT em comunicado.

A Comissão Nacional dos Mercados e da Concorrência (CNMC), homóloga da Autoridade da Concorrência em Espanha, sancionou 10 empresas de encomendas e expresso por repartirem, entre si, clientes empresariais.

O total de coimas, às 10 empresas, atingiu os 68 milhões de euros, tendo sido sancionadas a Correos Express (CEX), Fedex, UPS, DHL, TNT, MBE, GLS, Tourline, ICS e Redyser, segundo o comunicado da CNMC. Ao abrigo do estatuto de clemência, a multa à General Logistics Spain foi reduzida para 3,8 milhões. A maior fatia da sanção cabe mesmo à Correos Express, que foi condenada pela entidade da concorrência a uma multa de 19,6 millones de euros.

À Tourline foi aplicada uma coima de 3,14 milhões de euros, explicando os CTT que tal se deveu ao facto da CNMC considerar que a empresa de encomendas dos CTT em Espanha ter alegadamente cartelizado mercado com a ICS entre Outubro de 2013 e Abril de 2016.

De acordo com os resultados divulgados pelos CTT esta semana, a Tourline teve um volume de negócios em 2017 de 51,2 milhões de euros, mais 18,2% que um ano antes. O tráfego cresceu 26,1%, o que os CTT garante ter sido "o maior número de envios da história da Tourline", ao mesmo tempo que o preço médio caiu 5,8%.

(Notícia actualizada com mais informações às 19:50)