Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Concorrência não se opõe à compra da dona da Unidade Hospitalar de Coimbra pela Luz Saúde

A Autoridade da Concorrência revelou que não se opõe à aquisição, por parte da Luz Saúde, de 70% da Capital Criativo Health Care Investments II, o que elevará para 80% a sua participação na dona da Unidade Hospitalar de Coimbra.

Desde 2000 que Isabel Vaz está ao leme da Espírito Santo Saúde. Aí ficou quando, em 2014, o Grupo Espírito Santo caiu, passo que conduziu a companhia de saúde à Fidelidade, da Fosun, representada na administração. O mandato do conselho de administração da Luz Saúde terminou no final de 2017. Isabel Vaz lidera a comissão executiva, sendo Jorge Magalhães Correia - que é o líder da seguradora Fidelidade - o presidente do conselho de administração. Os mandatos são de quatro anos.
Marta Poppe
Negócios jng@negocios.pt 19 de Março de 2018 às 11:57
  • Partilhar artigo
  • ...

A Autoridade da Concorrência não se opõe à compra de uma participação maioritária da Capital Criativo Health Care Investments II por parte da Luz Saúde. A informação disponibilizada no site da Autoridade da Concorrência indica que o regulador "adoptou uma decisão de não oposição na operação de concentração".

Em Janeiro deste ano, a Luz Saúde informou em comunicado à CMVM, que assinou um contrato de compra e venda para a aquisição de 70% do capital social e direitos de voto da sociedade Capital Criativo Health Care Investments II (CCHC2).

A CCHC2 detém a totalidade do capital da Idealmed III, Serviços de Saúde, S.A., Imacentro – Clínica de Imagiologia Médica do Centro, S.A., e Idealmed Ponte Galante, S.A., sociedades que detêm, respectivamente, a Idealmed UHC – Unidade Hospitalar de Coimbra e quatro clínicas vocacionadas para cuidados em regime de ambulatório no centro de Coimbra, Figueira da Foz, Pombal e Cantanhede (Grupo Idealmed), salienta o mesmo documento.

Com a concretização da transacção, a Luz Saúde [que pertence aos chineses da Fosun], que já detém uma posição minoritária no capital social e direitos de voto da CCHC2 (10%), assumirá uma posição de controlo na estrutura societária desta sociedade.

No âmbito desta operação, a Luz Saúde vai pagar quase 20 milhões de euros.

 

 

Ver comentários
Saber mais Autoridade da Concorrência Luz Saúde Unidade Hospitalar de Coimbra Capital Criativo Health Care Investments II
Outras Notícias