Empresas Coronavírus: AEP cria "PME 8" com a linha 808221919

Coronavírus: AEP cria "PME 8" com a linha 808221919

A Associação Empresarial de Portugal (PME) criou uma linha telefónica direta, que funciona oito horas por dia, entre as 9 e as 17 horas, para informar e apoiar as empresas, nomeadamente as micro e PME, na implementação das medidas de contenção do conoravírus.
Coronavírus: AEP cria "PME 8" com a linha 808221919
Reuters
Rui Neves 11 de março de 2020 às 11:05

Uma espécie de Saúde 24 mas dedicada em exclusivo às empresas e a funcionar apenas oito horas por dia, entre as 9 e as 17 horas, com o objetivo de minorar o impacto do coronavírus na atividade empresarial.

 

"A Associação Empresarial de Portugal (AEP) criou um serviço para informar e apoiar as empresas, nomeadamente as micro e PME, na implementação das medidas ontem anunciadas pelo Governo", anunciou a organização patronal, na manhã desta quarta-feira, 11 de março.

 

Apesar de considerar as medidas tomadas pelo Governo "globalmente positivas", o presidente da AEP, Luís Miguel Ribeiro, revela "preocupação quanto às condições para a sua implementação, tendo, nesse sentido, a AEP constituído uma equipa multidisciplinar para dar resposta às empresas", avança a associação, em comunicado.

 

Para tornar mais eficaz este apoio, a AEP criou uma linha telefónica direta, 808 22 19 19, "para a qual todas as empresas podem ligar".

 

Os contactos também podem ser feitos através do email info.coronavirus@aeportugal.pt, acrescenta.

 

Entretanto, face aos desenvolvimentos mais recentes, a AEP acaba de lançar um novo inquérito, junto dos seus associados, para voltar a avaliar o impacto da situação junto das empresas.

 

O primeiro inquérito realizado pela AEP junto de 150 empresas de vários setores, revelado a 28 de fevereiro passado, mostrava que o Covid-19 já estava a causar problemas no terreno, como dificuldades no abastecimento e redução de encomendas.

 

Na altura, quase metade (47%) das empresas portuguesas reconhecia que o problema de saúde relacionado com o coronavírus já tinha produzido efeitos negativos na sua atividade, sendo que uma em cada cinco afirmava que esse impacto foi "significativo ou muito significativo".




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI