Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Famalicão põe economia circular aos saltos com incubação e prémios em dinheiro

O concelho mais exportador do Norte do país está à procura de start ups e projetos assentes em novos modelos de negócio que promovam a circularidade da economia.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 27 de Maio de 2019 às 16:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O concelho mais exportador do Norte do país está à procura de start ups e projetos assentes em novos modelos de negócio que promovam a circularidade da economia, tendo o municipio decidido lançar um concurso, denominado Jump, para promover o surgimento de projetos empresariais neste domínio.

 

Numa iniciativa promovida em parceira com o Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (Uptec) e algumas empresas do concelho, o Jump vai premiar os três melhores projetos com um ano de instalação gratuita na incubadora Famalicão Made In e acesso ao programa de aceleração.

 

Serão ainda atribuídos prémios monetários, sendo cinco mil euros para o primeiro classificado (prémio TMG/Primor), 1.500 euros para o segundo classificado (prémio Maqfort) e mil euros para o terceiro classificado (prémio AAC Têxteis).

 

As candidaturas deverão ser apresentadas até 15 de junho em www.famalicaomadein.pt.

 

"Os objetivos do concurso passam por atrair novas ideias de negócio e promover novas soluções e serviços para a industria, a cidade e os cidadãos, desenvolvendo uma cultura empreendedora no concelho, com vista à instalação de novas empresas nos polos da Incubadora Famalicão Made In", explica a autarquia, em comunicado.

 

Serão aceites candidaturas de projetos sem empresa constituída ou empresas com até três anos de existência, podendo candidatar-se equipas sem limite de número de elementos.

 

Segundo o mesmo comunicado do município, os projetos submetidos ao Jump 2019 devem solucionar um desafio ou colmatar uma necessidade do âmbito da economia circular, nomeadamente no que diz respeito a design de produtos e serviços funcionais, ecológicos e economicamente viáveis; desenvolvimento de novas tecnologias para gestão eficiente de recursos; desenvolvimento de simbioses industriais; conceção e implementação de modelos de negócios e criação de redes de distribuição partilhadas, optando por formas de transporte mais sustentáveis.

 

Ver comentários
Saber mais famalicão made in economia circular uptec jump
Mais lidas
Outras Notícias