Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ibersol avança para aumento de capital de 40 milhões e quer dar dividendos de 20% dos lucros

A Ibersol aprovou um aumento de capital no montante de até 40 milhões de euros reservado a acionistas da empresa e investidores detentores de direitos de subscrição. Foi também aprovada uma política de dividendos no valor de 20% dos lucros consolidados anuais para os próximos cinco anos.

Ibersol
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 19 de Outubro de 2021 às 22:36
  • Partilhar artigo
  • ...
A Ibersol aprovou um aumento de capital num montante máximo de 40 milhões de euros, revelou esta terça-feira à noite a empresa que detém marcas de restauração como a Pizza Hut, KFC, Taco Bell e Burger King.

Em comunicado enviado à CMVM, a Ibersol indica ter aprovado um aumento de capital "através de oferta pública de subscrição de 10.000.000 (dez milhões) de ações com o preço de € 4 (quatro euros) por ação destinadas à subscrição dos acionistas da Ibersol e demais investidores que sejam titulares de direitos de subscrição".

A empresa detalha que "o capital social da Ibersol será aumentado no montante de € 10.000.000 (dez milhões de euros), por novas entradas em dinheiro nesse montante e com um ágio no valor de € 30.000.000 (trinta milhões de euros), passando o capital social de € 36.000.000,00 (trinta e seis milhões de euros) para € 46.000.000 (quarenta e seis milhoes de euros)".

A operação, explica ainda, "visa manter o nível de dívida bancária por si contraída e melhorar a estrutura de capitais da Sociedade, por via do reforço dos seus capitais próprios, procurando um reforço do balanço da Ibersol em direção aos níveis anteriores aos da pandemia COVID19, dotando a Sociedade de liquidez, capacidade de financiamento por via da melhoria do seu perfil creditício e maior flexibilidade estratégica e financeira".

Garantidos estão já mais de 24 milhões de euros, após "os acionistas ATPS (detentora direta de 16.597.058 ações da Ibersol), dois dos seus administradores (António Pinto Sousa e António Teixeira, detentores, cada um, de 2.520 ações da Ibersol) e a ANUTA – Serviços e Gestão, S.A., sua subsidiária detida a 100% (detentora de 3.170.000 ações da Ibersol)" terem assumido "o compromisso irrevogável de subscrever, como mínimo, um total de 6.102.493 novas ações ao preço de subscrição unitário de € 4 (quatro euros), correspondentes ao exercício da totalidade dos direitos de subscrição que lhes irão ser atribuídos no âmbito da Oferta, por via das participações acionistas por si detidas na data do compromisso (i.e., 19.772.098 ações no total)".

Dividendos propostos são 20% dos lucros

A administração da empresa aprovou ainda os objetivos e política em matéria de remuneração dos acionistas por via de dividendos para os próximos cinco anos.

Assim, a empresa quer distribuir "20% dos lucros anuais consolidados da Sociedade, ficando, em qualquer caso, a distribuição ou não de dividendos e o rácio efetivo dependentes de proposta do Conselho de Administração e sujeitos a aprovação pela Assembleia Geral em cada ano", ressalvando que "a distribuição de dividendos fica subordinada aos limites legais e estatutários aplicáveis em cada momento e à aprovação de contas, tendo ainda em consideração o cash flow gerado, a sustentabilidade da estrutura de capitais da Sociedade e as fontes de financiamento disponíveis, bem como os planos de investimentos existentes e os cash flows gerados pelas participadas da Sociedade, atendendo à sua natureza de sociedade gestora de participações sociais".
Ver comentários
Outras Notícias