Empresas Portuguesa Brasmar compra empresa espanhola de salmão fumado La Balinesa

Portuguesa Brasmar compra empresa espanhola de salmão fumado La Balinesa

A empresa de produtos do mar congelados Brasmar comprou a congénere espanhola La Balinesa, alargando a sua oferta aos produtos refrigerados e reforçando a posição ibérica, anunciou hoje a companhia.
Lusa 02 de maio de 2019 às 17:31

"Com esta compra [cujo valor não foi divulgado] a Brasmar vem, por um lado, reforçar a sua liderança nacional, ao ingressar num novo segmento de negócio e diversificar a sua já vasta oferta disponível, fortalecendo também, por outro lado, a sua posição ibérica, chegando agora mais longe neste mercado", refere em comunicado a empresa, com sede na Trofa e de capitais maioritariamente portugueses.

 

Segundo acrescenta, a Brasmar "continua ativa na identificação de potenciais 'targets' [alvos] para aquisição, de modo a reforçar a sua posição no mercado europeu".

 

Localizada em La Antigua, no município de Leão, a La Balinesa é uma empresa familiar espanhola fundada em 1991 por Jesus Llamas que se dedica aos produtos refrigerados, marcando já presença em Portugal em algumas empresas da grande distribuição.

 

Apresentada como "uma das principais empresas no fabrico de produtos fumados em Espanha", a empresa aposta no "processo artesanal, apoiado pela mais moderna tecnologia e pelo estreito controlo de qualidade das matérias-primas", e destaca-se pelos produtos fumados 'premium', como o salmão ou o bacalhau, dedicando-se também à produção e comercialização de outros produtos refrigerados.

 

"Em conjunto, a sua oferta tornou-a uma empresa de referência, um dos motivos que despertaram o interesse da Brasmar", refere a empresa portuguesa, participada do VigentGroup e do 'privaye equity' MCH e que reclama a liderança nacional no setor alimentar de produtos do mar congelados.

 

Outro dos trunfos apontados à congénere espanhola é a localização, já que, "apesar de estar longe dos grandes centros industriais, a La Balinesa está localizada perto de Benavente, o que permite à companhia servir os seus clientes em menos de 24 horas para qualquer ponto da Península Ibérica e em 72 horas para o resto da Europa".

 

Segundo adianta a Brasmar, à frente do negócio de refrigerados em Espanha ficará David Casañ Gil, cabendo-lhe também a direção de operações e da cadeia de fornecimento.

 

Atualmente presente em mais de 40 países e com unidades industriais em Portugal e na Noruega, a Brasmar conta com mais de 400 colaboradores e em 2018 faturou 194,5 milhões de euros, contra os 164,2 milhões de euros do ano anterior.

 

As exportações representam 53% do volume de negócios da empresa, destacando-se a Itália como o principal mercado externo, ao representar mais de metade das vendas para o exterior, seguido do Brasil e de Espanha.




Marketing Automation certified by E-GOI