Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Chineses da CTG encaixam mais de 500 milhões de euros com venda de ações da EDP

A CTG colocou à venda 100 milhões de ações da EDP a 5,265 euros cada uma. Após a operação fica com 19,05% do capital. A maior acionista da elétrica portuguesa aproveita os máximos históricos da cotada para fazer um encaixe que pode superar os 500 milhões de euros.

Miguel Stilwell de Andrade, CEO interino da EDP, quer reduzir o número de administradores executivos.
Miguel Baltazar
  • Assine já 1€/1 mês
  • 21
  • ...

A China Three Gorges (CTG) vai vender até 100 milhões de ações da EDP numa operação a realizar no mercado através de uma oferta a investidores institucionais, segundo comunicado da elétrica à CMVM.

Com a venda deste lote de ações, equivalente a 2,52% do capital da EDP, a CTG reduz a posição no capital da EDP para 19,05%, mas continua de longe a ser o maior acionista da EDP. A Oppidum Capital (7,20%) e a BlackRock (5,06%) seguem-se na lista.

Segundo os termos da operação, citados pela Bloomberg, os chineses da CTG pretendem vender cada ação a 5,265 euros, pelo que irão encaixar 526 milhões de euros se for este o preço final da operação. Depois da operação se concluir, a CTG ficará confinada a um período de 120 dias em que não poderá vender qualquer ação da empresa nacional que ainda detém (754.740.000 ações).

Ao preço a que o título fechou a sessão de hoje (5,394 euros), a participação que a CTG colocou à venda valia 539,4 milhões de euros. Caso tivessem vendido quando a EDP estava em máximos históricos nos 5,66 euros, no início deste mês, poderiam obter cerca de 566 milhões de euros. 

Esta não é a primeira vez que a CTG opta por vender participações na EDP - e sempre em alturas em que a cotação da empresa está em máximos. Em fevereiro do ano passado, a empresa chinesa colocou à venda uma parcela de 1,8% do capital que detinha na EDP, equivalente a quase 66 milhões de ações.

Nessa altura, tal como agora, a cotação da EDP em bolsa estava em máximos históricos até então um pouco abaixo dos 5 euros por ação. 

Segundo o comunicado da EDP, o Credit Suisse e o BNP Paribas são os bancos que vão mediar esta nova operação. 

O documento refere ainda que "os termos finais da colocação serão anunciados após conclusão do processo de accelerated bookbuild, que se antecipa que deverá ocorrer amanhã antes da abertura do mercado".

A energética liderada por Miguel Stilwell de Andrade sublinha que "esta transação complementará outros ajustes na posição da CTG no capital social da EDP nos últimos 12 meses, como a venda de uma participação de 1,8% do capital social da EDP através de um processo de accelerated bookbuild em fevereiro de 2020, bem como a subscrição do aumento de capital de mil milhões de euros em agosto de 2020, no qual a CTG reforçou a posição acionista".

 

Na sequência desta transação, a China Three Gorges "continuará a apoiar a parceria estratégica estabelecida entre a EDP e a CTG há mais de nove anos, e que é um pilar fundamental da estratégia internacional da CTG", acrescenta.

 

Ainda segundo o comunicado, a China Three Gorges "reitera o seu toral compromissso com esta parceria estável e duradoura, bem como com a renovada equipa de gestão da EDP e a sua estratégica focada na transição energética e na liderança nas energias renováveis a nível global".


(notícia atualizada às 19:05)

Ver comentários
Saber mais China Three Gorges CTG EDP
Outras Notícias