Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP junta-se à Ellaktor para investir mais de mil milhões de euros na Grécia

A empresa grega Ellaktor anunciou uma parceria com a EDP Renováveis que pressupõe um investimento acima de mil milhões de euros em projectos com capacidade para quase 1.000 MW.

O parque eólico Kasidiaris é um dos que o grupo grego já tem no país
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 21 de Outubro de 2020 às 08:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A Ellaktor, construtora grega com negócios nas energias renováveis, anunciou esta quarta-feira que fechou uma parceria estratégica com a EDP Renováveis para projetos na Grécia que podem representar um investimento superior a mil milhões de euros.

 

De acordo com um comunicado enviado pela Ellaktor à bolsa grega, a parceria prevê a construção em conjunto de parques eólicos na Grécia com capacidade de 900 MW.

 

Caso todos os projetos previstos sejam executados, o investimento será superior a mil milhões de euros, refere o comunicado, disponível no site da companhia.

 

O primeiro passo desta parceria passa pela aquisição e desenvolvimento conjunto de dois parques eólicos com uma capacidade máxima de 436,8 MW. Está ainda previsto, numa segunda fase no início de 2021, que sejam desenvolvidos mais parques eólicos com capacidade máxima de 460 MW.

 

"Através deste acordo é formada uma forte aliança com uma dinâmica e perspetivas de crescimento significativas, que tem como objetivo assumir um papel de liderança na transição energética no país nos próximos anos", refere o comunicado. 
  

O objetivo da parceria passa também por criar um veículo, com uma "forte base de capital", que tenha acesso ao mercado de capitais internacional para financiar o desenvolvimento deste programa de investimento em energias verdes, assinala a companhia grega.

 

Segundo o mesmo comunicado, a Ellaktor tem uma capacidade instalada de 491 MW de energias renováveis, pelo que a parceria com a EDP mais do que duplica a atividade da companhia nesta área.

Numa nota enviada posteriormente à imprensa, a EDP Renováveis diz que esta parceria com a Ellaktor visa a "procura e desenvolvimento conjunto de oportunidades para produção de energia eólica na Grécia", sendo que as duas companhias "vão combinar os seus conhecimentos industriais e as suas capacidades de desenvolvimento".

 

"Com esta parceria, a EDPR tem acesso a ativos de qualidade já em desenvolvimento e ganha mais visibilidade e potencial de crescimento no mercado grego", acrescenta a companhia portuguesa, que não faz referência ao investimento previsto.

 

A EDP Renováveis entrou na Grécia em 2018 quando garantiu um contrato de fornecimento de energia gerada por um parque eólico em construção na altura no país com capacidade para 45 MW.

 

No final do ano passado ganhou um novo contrato no país, e atualmente tem 152 MW contratados em leilões eólicos recentes, com o início das operações marcado para 2021 e 2022.

 

No comunicado da companhia grega, Spyridon Martinis, gestor da EDP Renováveis, é citado a afirmar que "estamos há dois anos na Grécia e confirmamos o potencial do país nas energias renováveis", sendo a Ellaktor o "parceiro ideal" no mercado grego.

 

Com receitas acima de mil milhões de euros em 2019, a Ellaktor diz ser o maior grupo de infraestruturas da Grécia, estando presente na construção, concessões, energias renováveis, ambiente e imobiliário.

(notícia atualizada às 9:55 com comunicado da EDP)

Ver comentários
Saber mais EDP Renováveis Ellaktor Grécia
Outras Notícias