Energia Espanhola Endesa vai analisar a compra de barragens da EDP

Espanhola Endesa vai analisar a compra de barragens da EDP

"Vamos analisar o plano de desinvestimentos da EDP à procura de eventuais ativos de produção", revelou o presidente executivo da Endesa, José Bogas, citado pela Lusa.
Espanhola Endesa vai analisar a compra de barragens da EDP
Adelino Oliveira/EDP
Lusa 07 de maio de 2019 às 17:19

A Endesa vai analisar a compra de ativos da EDP, nomeadamente centrais hidroelétricas, indicou esta terça-feira, 7 de maio, a energética espanhola, que tem atividade de produção e comercialização de energia em Portugal, à margem da apresentação dos seus resultados trimestrais.

 

"Vamos analisar o plano de desinvestimentos da EDP à procura de eventuais ativos de produção [elétrica], como hidroelétricas em Portugal, que se podem encaixar na nossa posição estratégica", disse o presidente executivo da Endesa, José Bogas, numa reunião com analistas durante a apresentação dos resultados trimestrais.

 

José Bogas considerou que as centrais hidroelétricas da EDP, em Portugal, podem "encaixar estrategicamente" nos planos da Endesa: "Já estamos expostos a este mercado que está integrado com o mercado espanhol".

 

O presidente executivo da energética acrescentou que a Endesa está "mais interessada" em ativos de distribuição e renováveis, descartando completamente a compra de centrais de ciclo combinado.

 

A EDP pretende vender ativos no valor de 2.000 milhões de euros nos dois países ibéricos nos próximos anos, segundo o plano estratégico da empresa portuguesa.

 

A Endesa é o maior operador de centrais de energia nuclear em Espanha e as declarações do executivo máximo da empresa estarão relacionadas com o acordo promovido pelo Governo espanhol sobre o encerramento escalonado de todas as centrais nucleares espanholas entre 2027 e 2035, o que terá um impacto direto negativo nas contas da elétrica.

 

A empresa anunciou hoje lucros de 363 milhões de euros durante o primeiro trimestre de 2019, menos 2,4% do que no mesmo período do ano passado.

 

Segundo a informação que enviou ao mercado, esta evolução foi influenciada pela diminuição da procura de eletricidade, devido às altas temperaturas e a desaceleração económica no consumo das grandes empresas.

 

A Endesa é uma das três empresas líderes no setor elétrico em Espanha, conjuntamente com a Gas Natural e a Iberdrola.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI