Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Primeiro parque eólico flutuante da Europa é português e já está operacional

A energia que está a ser gerada provém de turbinas de 8,4 MW, as maiores do mundo jamais instaladas numa plataforma flutuante.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 27 de Julho de 2020 às 10:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O WindFloat Atlantic, o primeiro parque eólico flutuante da Europa Continental, já está plenamente operacional e a fornecer energia limpa à rede elétrica de Portugal, anunciou a EDP.

Faltava só a ligação da última das três plataformas ao cabo de alimentação que percorre os 20 quilómetros de distância que separam o parque eólico da estação instalada em Viana do Castelo – uma operação que foi concluída com sucesso e que permite a estas eólicas instaladas em pleno oceano já estarem a fornecer energia à rede elétrica.

A energia que está a ser gerada provém de turbinas de 8,4 MW, as maiores do mundo jamais instaladas numa plataforma flutuante.

"O WindFloat Atlantic, que tem uma capacidade total instalada de 25 MW, é o primeiro parque eólico flutuante semi-submersível do mundo e irá gerar energia suficiente para abastecer o equivalente a 60 000 utilizadores por ano, poupando quase 1,1 milhões de toneladas de CO2", informa a EDP, na nota enviada às redações.

Este projeto resulta de uma parceria entre a EDP Renováveis, que detém a fatia maioritária de 54,4%, e a Engie (25%), a Repsol (19,4%) e a Principle Power (1,2%). Estas empresas formaram a Windplus.

Ver comentários
Saber mais WindFloat Atlantic Europa Continental Portugal EDP Renováveis economia negócios e finanças energia
Mais lidas
Outras Notícias