Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Refinarias de Sines e Matosinhos da Galp podem regressar ao ativo em junho

A petrolífera portuguesa anunciou que as suas refinarias podem regressar aos trabalhos a partir de junho.

Galp
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 28 de Maio de 2020 às 11:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
As refinarias da petrolífera portuguesa Galp Energia, situadas em Sines e Matosinhos, podem regressar aos trabalhos a partir do próximo mês de junho, segundo avançou a Bloomberg citando fonte da empresa. 

De acordo com a cotada portuguesa, está a ser feita uma monitorização a nível nacional e internacional do mercado e espera-se que a produção possa ser retomada em no próximo mês. 

Hoje, as ações da Galp seguem a negociar de forma inalterada nos 10,895 euros por ação, em redor dos máximos de 6 de março tocados ontem, quando a empresa disparou mais de 6% em bolsa.

A empresa liderada por Carlos Gomes da Silva pagou
 um dividendo de 31,625 cêntimos por ação a partir do passado 21 de maio. A petrolífera manteve o compromisso assumido em 2019 de aumentar o dividendo total em 11%.

Parte da remuneração (31,625 cêntimos por ação) já foi antecipada no ano passado (paga em 10 de setembro), pelo que os acionistas vão receber mais 38,375 cêntimos por cada título detido. No total a companhia paga 580,5 milhões de euros aos acionistas, o que está em linha com os lucros obtidos em 2019.


Ver comentários
Saber mais Sines Galp Energia Matosinhos Matosinhos economia negócios e finanças mercado e câmbios bolsa energia
Mais lidas
Outras Notícias