Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Imobiliárias e especialistas afastam risco de bolha

O novo contexto de inflação alta e subida das taxas de juro do Banco Central Europeu (BCE) – e de aumento da Euribor – não deverá provocar uma bolha imobiliária nem colocar riscos à estabilidade dos bancos, acreditam protagonistas dos dois setores. Fora do horizonte próximo está também a redução dos preços na habitação, embora as vendas se possam tornar mais demoradas e a procura possa retrair. No sistema financeiro, o curto prazo deve fazer sorrir os CEO: a subida das taxas diretoras do BCE deverá ter um impacto positivo na margem financeira das instituições. O malparado pode subir, mas apenas em 2023 é que pode acontecer de forma significativa.

Sérgio Lemos
Ana Petronilho anapetronilho@negocios.pt 22 de Junho de 2022 às 23:30
  • Partilhar artigo
  • 16
  • ...
Apesar dos aumentos acentuados nos preços do mercado da habitação, da subida recente das taxas de juro e da Euribor a que se soma o aumento da inflação – que acentua a perda do poder de compra das famílias –, as imobiliárias e os especialistas do setor afastam a curto e médio prazo o cenário de bolha no setor. Sobretudo no segmento residencial de luxo.

Fora das previsões apontadas pelas imobiliárias ...
Ver comentários
Saber mais Euribor Portugal Century21 Ricardo Sousa Cristina Arouca CBRE OCDE Miguel Poisson Portugal Sotheby’s Realty Joaquim Montezuma de Carvalho imobiliário Patrícia Barão JLL Beatriz Rubio Remax Alexandra Portugal Gomes Savills Miguel Lacerda
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio