Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bosch investe 25 milhões de euros em Aveiro

A multinacional alemã vai construir um novo centro de investigação e desenvolvimento de soluções para o aquecimento de água e climatização de casas inteligentes, prevendo criar 150 postos de trabalho até 2020.

Ricardo Castelo/Negócios
António Larguesa alarguesa@negocios.pt 13 de Março de 2015 às 16:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 17
  • ...

A Bosch Termotecnologia, uma das três unidades de negócio da multinacional alemã em Portugal, vai avançar esta sexta-feira, 13 de Março, com um investimento de 25 milhões de euros em actividades de inovação e desenvolvimento tecnológico. Até 2020 prevê criar 150 postos de trabalho na área da engenharia.

 

O início da construção do novo centro de desenvolvimento da Bosch Termotecnologia, em Aveiro, vai ser apadrinhado esta tarde pelo ministro da Economia, António Pires de Lima. Segundo a empresa alemã, este novo centro, cuja construção estará concluída em 2016, vai ser dedicado às soluções para o aquecimento de água e climatização das casas inteligentes do futuro.

 

Ali serão desenvolvidas "tecnologias com foco na conectividade dos aparelhos, na eficiência energética e redução de emissões para residências sustentáveis", informou fonte oficial da Bosch, que emprega actualmente perto de 3.200 pessoas em Portugal, sendo que 250 trabalham nos centros de investigação da companhia em Aveiro, Braga e Ovar.

 

O grupo alemão anunciou em Fevereiro que vai avançar também com uma candidatura a fundos europeus para financiar um novo investimento em inovação na Bosch Car Multimédia, em Braga. Prevê a contratação de 92 engenheiros e 165 bolseiros, em parceria com a Universidade do Minho, para essa fábrica de sistemas de entretenimento, navegação, telemática e assistência à condução para a indústria automóvel.

 

A Bosch – que em território nacional tem também uma unidade industrial na área dos sistemas de segurança, em Ovar – fechou o ano passado com um volume de negócios de 800 milhões de euros – acima dos 788 milhões facturados no ano anterior –, sendo 90% provenientes da exportação.

 

Numa entrevista recente ao Negócios, o representante em Portugal, João Paulo Oliveira, adiantou que, além destes três sectores, de um total de 17 áreas de negócio a nível mundial, a companhia está a "conseguir atrair para Portugal serviços partilhados na área de Recursos Humanos, Contabilidade e Controling", empregando já 400 pessoas nestes serviços, em que o país é "extremamente competitivo porque tem jovens a sair das universidades com excelente nível de formação e apetência para línguas"

Ver comentários
Saber mais Bosch investimento Aveiro Termotecnologia
Outras Notícias