Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sanofi vende participação na Regeneron por 13 mil milhões de dólares

A empresa farmacêutica sediada em Paris anunciou a venda de grande parte de uma participação de 20,6% que detinha na norte-americana Regeneron. A venda faz parte do plano de reestruturação do novo CEO.

DR
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 26 de Maio de 2020 às 11:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A farmacêutica francesa Sanofi está a vender a maioria da participação que detém na norte-americana Regeneron Pharmaceuticals (20,6%) por cerca de 13 mil milhões de dólares, como parte da prometida reestruturação da cotada pelo novo CEO, Paul Hudson. 

Por sua vez, a Regeneron concordou em comprar 5 mil milhões em ações da Sanofi, segundo anunciaram ambas as gigantes do setor farmacêutico. Até ao momento, a empresa norte-americana tem uma capitalização de mercado de 64 mil milhões de dólares, tendo registado uma subida de 54% desde o início deste ano. Já a Sanofi, avaliada em 118 mil milhões de dólares, viu a sua capitalização cair cerca de 5% entre janeiro e maio deste ano. 

"Acreditamos que o produto desta transação vai ajudar a aumentar ainda mais a nossa capacidade de executar a estratégia de impulsionar a inovação e o crescimento", disse Paul Hudson, num comunicado. 

A Regeneron anunciou também que a Sanofi planeia vender aproximadamente 12,8 milhões de ações em breve, o que poderia resultar num encaixe de 7 mil milhões de dólares, tendo por base o valor de fecho da última sessão. A concretizar-se será a maior oferta pública de aquisição (OPA) da história do setor farmacêutico. 

Esta venda da participação na Regeneron surge numa altura em que o novo CEO, Paul Hudson, assumiu o cargo com um plano de reestruturação em curso para a empresa francesa.

O valor arrecadado com esta venda vai ser alocado ao desenvolvimento de novos tratamentos para o cancro, uma vez que a empresa disse em dezembro último que pretendia deixar de desenvolver medicamentos para a diabetes e para as doenças cardíacas, algo que lhe permitiria poupar 2 mil milhões de dólares, segundo a própria.

Além do tratamento do cancro, a cotada planeia desenvolver novo acordos para o desenvolvimento na área da imunologia e em tecnologia para a terapia genética, de acordo com os analistas do Bank of America Corp.

A Sanofi detém uma participação de 20,6% na Regeneron, o equivalente a 23,2 milhões de ações, numa parceria que começou em 2003, quando a francesa adquiriu ações da congénere sediada em Nova Iorque, a menos de 20 dólares por ação. Hoje, valem cerca de 570 dólares cada. 
Ambas as empresas continuarão a sua colaboração, que já colocou cinco medicamentos no mercado. A Sanofi vai continuar a deter 400 mil ações da Regeneron.
Ver comentários
Saber mais Sanofi Regeneron Pharmaceuticals Paul Hudson indústria e produtos químicos farmacêuticas
Outras Notícias