Start-ups Fundo 200M já aplicou 26 milhões de euros

Fundo 200M já aplicou 26 milhões de euros

O Fundo 200M, no qual o Estado acompanha o investimento de privados em start-ups, já aplicou 26 milhões de euros em projectos, revelou o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira.
Fundo 200M já aplicou 26 milhões de euros
Lusa
Pedro Curvelo 09 de novembro de 2018 às 14:36

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, destacou esta sexta-feira que até final do ano o programa Portugal 2020 irá transferir dois mil milhões de euros para as empresas até ao final deste ano. Isto no âmbito de investimentos num valor de nove mil milhões de euros.

Siza Vieira apresentou estes números em resposta às acusações do PSD de que a taxa de execução dos fundos comunitários se encontram em níveis baixos.


O Fundo 200M arrancou no final de Setembro, com uma dotação de 100 milhões de euros de dinheiros públicos para acompanhar igual montante de investimento privado.


O Estado torna-se accionista das empresas cujas candidaturas sejam aprovadas, dispondo os co-investidores privados com a opção de compra da posição do Estado.


O valor mínimo de investimento estatal é de 500 mil euros e o máximo de cinco milhões de euros, ou seja, as candidaturas têm de ter um investimento privado de igual montante.


A 22 de Outubro, a PME Investimentos, que gere o fundo, indicou ao Negócios que o Fundo 200M contava com 10 registos naquela data mas ainda nenhuma candidatura formalizada.




Saber mais e Alertas
pub