Tecnologias Microsoft financia-se em 20 mil milhões para comprar Linkedin

Microsoft financia-se em 20 mil milhões para comprar Linkedin

Esta é a quinta maior venda de dívida empresarial de sempre, com a procura a atingir os 50 mil milhões de dólares. A compra da rede profissional ficou fechada por 26 mil milhões.
Microsoft financia-se em 20 mil milhões para comprar Linkedin
André Cabrita-Mendes 02 de agosto de 2016 às 11:48
A Microsoft vendeu 19,75 mil milhões de dólares (17,6 mil milhões de euros) em dívida para financiar a aquisição do Linkedin.

Esta é a quinta maior venda de dívida empresarial de sempre, atrás das ofertas da Verizon, Anheuser-Busch InBev, Actavis e Dell.

A dívida foi emitida com sete maturidades diferentes, que variam entre os três e os 40 anos. A notícia está a ser avançada esta terça-feira, 2 de Agosto, pelo Financial Times.

A procura pela dívida atingiu os 50 mil milhões de dólares, com a procura a ser mais forte pelos papéis de 10 e 30 anos. Com esta operação, a venda de dívida empresarial nos Estados Unidos vai superar os 500 mil milhões de dólares este ano.

A compra da rede social profissional ficou fechada em Junho por um valor de 26,2 mil milhões de dólares (24,2 mil milhões de euros).

A compra do Linkedin insere-se na nova estratégia de Satya Nadella para a Microsoft. "Juntamente com o novo crescimento comercial do Office 365 e do negócio do Dynamics, esta operação é fundamental para a nossa ambição de reinventar a produtividade e os processos de negócio", disse o presidente executivo da tecnológica em Junho.

A operação inclui quatro mil milhões de dólares de maturidades a 10 anos, a um juro de 2,42%, 90 pontos base acima da obrigações do Tesouro norte-americano. Estes juros são considerados atraentes para os investidores de fora do Estados Unidos, num momento de baixas taxas de juros nos mercados e em que os bancos centrais na Europa e nos Estados Unidos introduziram programas de compra de dívida.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI