Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rival da chinesa Didi recebe investimento de 590 milhões com participação de fundos estatais

A plataforma de mobilidade chinesa Cao Cao anunciou que recebeu um investimento de 590 milhões de dólares numa ronda série B. Num momento que é de turbulência para a rival Didi, a rival Cao cao contou com a participação de fundos governamentais nesta ronda.

DR
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 07 de Setembro de 2021 às 19:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A chinesa Cao Cao, a plataforma de mobilidade da gigante Geely, recebeu um investimento de 590 milhões de dólares (cerca de 498 milhões de euros) numa ronda série B, que contou com a participação de fundos de investimento com ligações ao Governo chinês, sediados na cidade de Suzhou. Em comunicado emitido pela casa-mãe Geely, é sublinhando que este é o primeiro investimento doméstico na China feito no setor das plataformas de mobilidade.

Esta ronda contou com a participação dos fundos Suzhou Xiangcheng Financial Holding Group, Suzhou High-Speed Rail New City Group, Suzhou Urban Investment Company, ABCI Suzhou Company e ainda da Suzhou Innovation Capital.

O anúncio da ronda de investimento Cao Cao é feito num momento em que a rival, a Didi, está a atravessar um momento de turbulência com as regras do Governo chinês. A Didi tem sido alvo de uma crescente pressão regulatória, situação que terá até levado a empresa a adiar os planos para a chegada ao mercado europeu. O facto de a Didi ter escolhido Wall Street e não os índices da China terá desagradado a Pequim. De acordo com fontes como o Wall Street Journal, o Governo chinês terá inclusive planos para impor novas regras às tecnológicas do país para evitar que façam IPO nos Estados Unidos.

Além de novas regras, o Governo chinês chegou a suspender o registo de novos clientes na aplicação da Didi e mesmo a remover a aplicação das lojas chinesas. Na altura, esta suspensão, que aconteceu dias depois da estreia da Didi em Wall Street, foi justificada como uma forma de "prevenir a expansão de um risco" durante uma "análise de cibersegurança".

A Cao Cao indica que o montante angariado nesta ronda de investimento servirá para avançar na "investigação e desenvolvimento nas plataformas, expandir o negócio, melhorar a qualidade do serviço e aumentar a segurança dos condutores".

A Cao Cao foi criada em 2015, contando com o apoio do grupo chinês Geely, que detém marcas como a Volvo. A Cao Cao está presente em 62 cidades na China, contando com 60 milhões de utilizadores registados.

Em comparação, a Didi reportou um total de 493 milhões de utilizadores anuais ativos, com a maioria destes utilizadores presentes no mercado chinês.
Ver comentários
Saber mais Cao Cao mobilidade China aplicações Didi
Outras Notícias