Tecnologias Tesla lança táxis sem condutor no próximo ano

Tesla lança táxis sem condutor no próximo ano

Elon Musk anunciou que a Tesla vai lançar em 2020 o serviço de "robotaxis" e que a empresa tem o melhor chip de condução autónoma do mundo.
Tesla lança táxis sem condutor no próximo ano
Reuters
Nuno Carregueiro 23 de abril de 2019 às 00:40

Elon Musk quer livrar as pessoas da "tirania de terem de conduzir os seus próprios automóveis". A ambição é antiga e o CEO da Tesla tem falhado diversas metas para os carros autónomos.

 

Esta segunda-feira Musk comprometeu-se com mais um objetivo com data marcada. Já no próximo ano a Tesla vai lançar o serviço de "robotaxis" (táxis sem condutor humano) em alguns mercados.  

 

Um serviço que será possível devido às melhorias exponenciais que a Tesla diz ter alcançado na condução autónoma. A promessa de Musk foi dada aos investidores no "investor day" da Tesla, que foi dedicado à condução autónoma, uma área onde a companhia está a apostar todas as fichas e a investir fortemente, para se destacar dos concorrentes.

 

"Provavelmente, dentro de dois anos estaremos a fabricar carros sem volante e pedais", disse Musk, que reconhece que grande parte das vezes falha as suas previsões.

 

A sustentar os avanços da Tesla na condução autónoma está o "chip" fabricado pela companhia, que Musk defende ser de longe o melhor do mundo e que permitirá à companhia afastar-se dos rivais.

 

As previsões de Musk no que diz respeito à condução autónoma estão bem distantes das produzidas por outros responsáveis da indústria automóvel, que têm defendido que faltam ainda muitos anos para que tenhamos carros sem condutor e totalmente autónomos.

 

"É esta a mensagem fundamental que os consumidores devem ter hoje: é uma loucura completa comprar um carro que não um Tesla. É como comprar um cavalo", disse Musk.

 

A Tesla está desde 2016 a trabalhar num chip para equipar os automóveis com tecnologia de condução autónoma. Musk chegou a prever que os carros não necessitariam de condutor em 2018. Agora revela que dentro de um ano existirão um milhão de carros com capacidade de condução autónoma total.

 

A empresa está a meio caminho do fabrico do chip de condução autónoma da próxima geração, que será três vezes melhor do que o atual. Musk defendeu que o chip da Tesla que equipa os automóveis da companhia já é o melhor do mundo "por uma grande margem".

 

Os avanços da Tesla na condução autónoma foram revelados dois dias antes da apresentação de resultados da companhia. As previsões apontam para mais um trimestre de prejuízos e uma descida nas vendas do Model 3.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI