Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Younited levanta investimento de 170 milhões em ronda com participação do Goldman Sachs e Bridgepoint

A fintech levantou 170 milhões de dólares numa ronda de investimento que contou com a participação do Goldman Sachs e do fundo de private equity Bridgepoint. Este valor destina-se à consolidação da presença na Europa e ao lançamento de novos produtos financeiros.

A fintech, liderada em Portugal por Xavier Pàllas, chegou ao mercado nacional há dois anos.
Xavier Pàllas, CEO da Younited para Portugal e Espanha.
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 08 de Julho de 2021 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A fintech francesa Younited, que trabalha na concessão de crédito ao consumo em vários mercados, angariou 170 milhões de dólares (cerca de 144 milhões de euros) numa ronda de investimento. Em comunicado, a fintech, a designação usada para empresas que aliam a tecnologia aos serviços financeiros, indica que este montante eleva o valor de financiamento total para os 400 milhões de dólares (cerca de 338 milhões de euros).

Esta ronda de investimento contou com a participação do Goldman Sachs Asset Management e do fundo de private equity Bridgepoint, além dos acionistas atuais Eurazeo, Bpifrance Large Venture e AG2R La Mondiale.

Criada em 2012, a Younited está presente em cinco países (Itália, Espanha, Áustria, Portugal e Alemanha), abarcando um mercado de 265 milhões de consumidores europeus. A empresa já financiou um montante superior a 2,6 mil milhões de euros desde que está em atividade, recorrendo a tecnologia de análise e gestão de dados para responder às solicitações de crédito.

"Esta nova ronda de investimento vem permitir um forte investimento em tecnologia mais disruptiva e em produtos baseados na análise de dados, para o benefício dos nossos clientes e parceiros", explica Charles Egly, CEO e co-fundador da fintech. "Além disso, trata-se de uma oportunidade para incluirmos dois novos investidores internacionais de renome, a Goldman Sachs e a Bridgepoint que, graças à sua larga experiência em financiamento e tecnologia, e juntamente com os nossos atuais acionistas, vão ajudar-nos a transformar a Younited num líder mundial em tecnologia de crédito e pagamento", acrescenta Charles Egly, CEO e co-fundador da fintech.

Já Annie Criscienti, deputy CEO da Younited para o mercado português, refere que este investimento permite à empresa consolidar-se nos mercados onde opera. "Com esta nova injeção de capital, a Younited ganha maior impulso para fortalecer a sua presença nos mercados onde já opera, como o caso de Portugal, consolidando e industrializando as soluções B2B, como o Younited Pay."

Este produto, o Younited Pay, que tem lançamento previsto para este segundo semestre de 2021, foi pensado para empresas, como "bancos, seguradoras, telecomunicações, comércio eletrónico, que procuram oferecer aos seus clientes soluções de pagamento e crédito 100% digitais", explica Annie Criscienti, tanto em loja física como online. Em França, no país de origem da fintech, este modelo já está a ser utilizado em alguns sites de comércio eletrónico, disponibilizando planos de pagamento "de 3 a 48 meses", tal como em Itália.

Ao Negócios, Annie Criscienti indica que a empresa espera que "as soluções B2B da Younited representem 30%" das receitas líquidas da companhia. Para o mercado português, a empresa tem o "objetivo de angariar, até ao final do ano, cinco parceiros de topo para a utilização do Younited Pay".

Estas soluções B2B da Younited já são usadas na Europa por "cerca de trinta empresas", nomeadamente pelo banco digital N26, pela fintech Lydia ou ainda pelo HSBC France, entre outros. 

Empresa quer contratar mais 200 pessoas
A fintech, que tem escritórios em Paris, Roma, Barcelona e Munique, pretende aumentar o número de trabalhadores. Atualmente com 440 funcionários, a empresa tem o objetivo de recrutar mais 200 pessoas até ao final do próximo ano.

"Estamos a recrutar pessoas qualificada independentemente do mercado, uma vez que temos políticas de trabalho remoto e de equipas distribuídas", explica a deputy CEO da Younited para Portugal.

Esta responsável indica que a empresa quer "fortalecer a equipa para o mercado ibérico, com profissionais de marketing e vendas, como criação e gestão de conteúdos, comunicação e gestão de produto, assim como profissionais de desenvolvimento, como Lead Data Analysts, UX e UI designers, Data Product Managers, DevOps e também para a nossa equipa legal, como Operational Risk Managers, Compliance".
Ver comentários
Saber mais Younited Goldman Sachs Bridgepoint ronda de investimento
Outras Notícias