Telecomunicações Altice afasta novas aquisições em 2016

Altice afasta novas aquisições em 2016

Os planos do grupo francês para 2016 passam pela integração das empresas que adquiriu ao longo dos últimos anos. Quanto à operação em Portugal, Michel Combes sublinha que “está a correr muito bem”.
Altice afasta novas aquisições em 2016
Bruno Simão
Sara Ribeiro 15 de março de 2016 às 16:08

O presidente executivo da Altice, Dexter Goei (na foto), revelou que o grupo francês não prevê fazer novas aquisições este ano. "2016 é o ano da integração das aquisições que fizemos", disse esta terça-feira, 15 de Março, o responsável durante a "conference call" com analistas.

"Não antecipamos fazer mais nada", no que toca a novas compras de operadoras, além de concluir a aquisição da Cablevision, que está pendente da aprovação dos reguladores norte-americanos, garantiu. No entanto, não excluiu o reforço na área dos media.

Já o administrador da Altice, Michel Combes, sublinhou que a operação do grupo em Portugal, através da PT Portugal, "está a correr muito bem". E adiantou que prevêem que este ano as receitas das operações em Portugal registem melhorias.

O COO destacou também o plano de investimento que a PT anunciou no final do ano passado no alargamento da rede de fibra óptica a 5,3 milhões de casas até 2020.

Quanto aos conteúdos desportivos que a Altice tem comprado, nos mercados francês e português, Michel Combes não avançou com mais pormenores sobre os planos para a transmissão dos mesmos, remetendo a divulgação dos planos para mais tarde.

As receitas consolidadas da operação em Portugal da Altice caíram 7,5% no ano passado para 2,3 mil milhões de euros. Pelo contrário, o resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações (EBITDA) cresceu 3,5% para 967 milhões de euros. E a margem EBITDA seguiu a mesma tendência, passando de 36,9% em 2014 para 41,3% no ano passado.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI