Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresas afetadas pelos incêndios vão ter microcrédito de três milhões

O Governo vai lançar uma nova linha de apoio destinada às pequenas e micro-empresas das regiões afetadas pelos incêndios, disse em entrevista ao DN a secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços.

Negócios jng@negocios.pt 17 de Setembro de 2022 às 11:23
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

As pequenas e micro empresas localizadas nas regiões afetadas pelos incêndios deste ano, designadamente no Parque natural da Serra da Estrela, vão ter acesso a uma linha de microcrédito no valor de três milhões de euros, noticia este sábado o Diário de Notícias.


O objetivo é que possam, assim, responder a "necessidades temporárias de acréscimo de fundo maneio, incluindo a amortização de contas correntes caucionadas ou liquidação de financiamentos de curto prazo, até um ano", adianta o jornal, que cita a secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços. 


Na passada quinta-feira, recorde-se, o Governo aprovou em Conselho de Ministros um conjunto de medidas de apoio às populações, empresas e municípios afetados pelos incêndios rurais no valor global de 200 milhões de euros. Foram então declarados como excecional e particularmente afetados pelos incêndios rurais os concelhos do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE), Celorico da Beira, Covilhã, Gouveia, Guarda, Manteigas e Seia, bem como todos os concelhos com uma área ardida acumulada, em 2022, igual ou superior a 4500 ha ou a 10 % da respetiva área (Carrazeda de Ansiães, Mesão Frio, Murça, Vila Real, Albergaria-a-Velha, Alvaiázere, Ansião e Ourém).


A nova linha agora anunciada por Rita Dias ainda não se encontra regulamentada mas, escreve o DN, seguirá, em traços gerais, explica, a natureza quer da linha de micro crédito do Turismo de Portugal criada na pandemia, quer a linha de apoio criada para amenizar os efeitos negativos dos incêndios de Pedrogão.

Ver comentários
Outras Notícias