Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ninguém faz frente a Amorim na corrida à concessão do casino da Figueira da Foz

O grupo Amorim Turismo, actual concessionário da sala de jogo existente no concelho presidido por Santana Lopes, assina a única proposta apresentada para a concessão do casino por 15 anos, prorrogáveis por mais cinco.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 03 de Outubro de 2022 às 18:53
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

As concessões da zona do jogo do Estoril (casinos do Estoril e de Lisboa), assim como o da Figueira da Foz, deveriam ter terminado no final de 2020, mas foram prolongados por mais dois anos devido ao impacto da pandemia de covid-19, tendo o concurso público internacional para ambas terminado na passada sexta-feira.

 

"Nos termos da lei, as propostas foram abertas hoje, dia 3 de outubro, tendo sido apresentadas propostas em ambos os concursos, encontrando-se, neste momento, o júri a analisar as mesmas", avançou o Ministério da Economia e Mar, em comunicado.

 

No caso da zona de jogo do Estoril, o actual concessionário, a Estoril-Sol, já comunicou, via Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que há duas propostas a esta concessão, admitindo que "a proposta concorrente apresenta, na sua globalidade, um valor superior" à sua.

 

O Negócios sabe que a proposta concorrente é oriunda de um outro grupo internacional, que ainda não conseguimos identificar.

 

No caso do concurso para a concessão da sala da Figueira da Foz, o Negócios sabe que foi apresentado apenas uma proposta, que é assinada pelo actual concessionário, o grupo Amorim Turismo, que também é detentor de 32,7% da Estoril-Sol, o maior operador português do setor, que é controlado pelos descendentes do macaense Stanley Ho, que morreu a 26 de Maio de 2020.

 

Ver comentários
Saber mais casino da figueira figueira da foz jogo concessões amorim turismo estoril-sol stanley ho
Outras Notícias