Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Placard vai ter oito novos desportos para apostar

O processo, em duas fases, vai permitir apostar sobre partidas de andebol, voleibol, futebol de praia ou hóquei em patins. A entrada nas apostas hípicas e no jogo online pela Santa Casa, em força, só em 2018.

Pedro Simões
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 04 de Maio de 2017 às 15:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O jogo de apostas Placard terá oito novas modalidades desportivas a partir de Maio, alargando a base actualmente constituída por futebol, basquetebol e ténis.

O processo será feito em duas fases. Na primeira, entre Maio e Setembro, os apostadores deste jogo social – e, por isso, explorado em exclusivo pelos Jogos Santa Casa – poderão tentar a sorte em partidas de andebol, voleibol, hóquei no gelo, râguebi, futsal e futebol de praia.


A partir daí, e ainda até ao final do ano, os Jogos Santa Casa têm planos para introduzir o hóquei em patins e o futebol americano.

O desporto é uma prioridade desta organização que, no ano passado, aplicou cinco milhões de euros em patrocínios a entidades desportivas como o Comité Olímpico. O valor integra uma rubrica mais ampla, dos patrocínios e publicidade, onde foram aplicados 26 milhões de euros.


O Placard chegou ao mercado em Setembro de 2015, depois de um pacote legislativo aprovado nesse mesmo ano e onde se definiam também o jogo online e as apostas hípicas de base territorial, isto é, em formato físico.


A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) está também a preparar estes dois dossiês, embora não preveja que esta oferta chegue ao mercado nos próximos meses.


Sobre as apostas hípicas – que se focam nas corridas de cavalos – o provedor Pedro Santana Lopes explicou que espera que estas estejam no terreno no final do primeiro semestre de 2018, uma vez que o Governo tem ainda de definir mudanças no modelo de distribuição das receitas destas apostas.


Mais cedo chegará a entrada da Santa Casa no jogo online. Pelas indicações que teve, Santana Lopes acredita que esse processo estará fechado entre o fim de 2017 e o início do ano seguinte. "Antes disso, não", rematou.


A entrada no jogo online será feita através da Sociedade de Apostas Sociais, onde a SCML terá um peso de 54%. Juntam-se a União das Misericórdias Portuguesas (16%), a Fundação Montepio Geral (15%), a Cáritas Portuguesa (7,5%) e a ACAPO (7,5%).

Ver comentários
Saber mais Placard Jogos Santa Casa Santa Casa da Misericórdia de Lisboa Pedro Santana Lopes Governo Sociedade de Apostas Sociais União das Misericórdias Portuguesas desporto eventos desportivos
Outras Notícias