Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ações da Farfetch disparam mais de 300% em quatro meses

A Farfetch registou um forte crescimento das receitas no segundo trimestre e valorizou 8,4% esta sexta-feira. Desde o mínimo histórico de 2 de abril deste ano, as ações avançaram 317%.

DR
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 14 de Agosto de 2020 às 22:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A candidata a tornar-se uma "Amazon para o setor dos artigos de luxo" apresentou um crescimento de 74% nas receitas do segundo trimestre, para 365 milhões de dólares, um valor que ficou acima as estimativas dos analistas (326,7 milhões de dólares). E, a Farfetch angariou 500 mil novos clientes no segundo trimestre e melhorou os indicadores operacionais.

Os investidores aplaudiram os números da empresa liderada pelo português José Neves e esta sexta-feira as ações da Farfetch fecharam a ganhar 8,39%, para os 28,56 dólares. Durante a sessão, os títulos tocaram os 31,88 dólares, máximo desde 25 de setembro de 2018, o terceiro dia de negociação da empresa após a entrada na Bolsa de Nova Iorque.

Mais impressionante. A 2 de abril deste ano as ações da Farfetch encerraram num mínimo histórico de 6,84 dólares. Nos pouco mais de quatro meses volvidos, as ações da plataforma de e-commerce dispararam 317,5%. E desde o início do ano acumulam um ganho de 175,9%.

A cotação de fecho desta sexta-feira colocou a empresa à beira de superar os 10 mil milhões de dólares de capitalização bolsista, tendo superado a fasquia durante a negociação.
Ver comentários
Saber mais Farfetch ações disparam josé neves IPO
Mais lidas
Outras Notícias