Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP recua mais de 4% após margem financeira "abaixo do esperado"

Numa nota publicada em reação aos resultados, os analistas do CaixaBank BPI assinalam que os lucros do quarto trimestre ficaram 17% acima do esperado pelo banco de investimento, mas que o desvio está relacionado com ganhos de trading e valores mais reduzidos nos minoritários.

Miguel Maya, CEO do BCP, realça que nunca antes de setembro vai voltar a pensar em dividendos.
António Cotrim/Lusa
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2021 às 10:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

Num dia negativo nos mercados acionistas devido à subida dos juros das obrigações soberanas, as ações do Banco Comercial Português reagem em queda aos resultados de 2020 que foram anunciados após o fecho da sessão de quinta-feira.

 

As ações do BCP caem 4,23% para 11,55 cêntimos, tendo já registado uma queda de 5,97% para  11,34 cêntimos, um mínimo de 28 de janeiro. Com o desempenho negativo de hoje o saldo anual é agora negativo em 6,17%.

 

O BCP anunciou ontem que fechou 2020 com lucros de 183 milhões de euros, uma queda de 39,4% em relação a 2019.

 

Numa nota publicada em reação aos resultados, os analistas do CaixaBank BPI assinalam que os lucros do quarto trimestre ficaram 17% acima do esperado pelo banco de investimento, mas que o desvio está relacionado com ganhos de trading e valores mais reduzidos nos minoritários.

 

Por outro lado, a margem financeira (rubrica que mostra o que o banco ganha entre juros que cobra e que paga) ficou abaixo do esperado, com o CaixaBank a destacar o desempenho em Moçambique.

 

"Apesar da evolução resiliente em Portugal, vemos um (baixo) risco de revisão em baixa das estimativas para a margem financeira e provisões em Moçambique", escrevem os analistas Carlos Peixoto e Sofia Barallat Bourgeois.

 

O banco de investimento destaca também a forte redução do crédito malparado, o que "é particularmente relevante", pois o CaixaBank estima um aumento assim que comecem a expirar as moratórias em Portugal.

Alem disso, "esperamos que a margem financeira seja constrangida pelo baixo crescimento do crédito e taxas de juro baixas".

 

O CaixaBank BPI tem uma recomendação de neutral para as ações do BCP, com um preço-alvo de 14 cêntimos.

Ver comentários
Saber mais BCP Banco Comercial Português CaixaBank BPI Moçambique Portugal
Outras Notícias