Bolsa Bolsa de Lisboa retoma trajetória dos ganhos

Bolsa de Lisboa retoma trajetória dos ganhos

As praças europeias marcam ganhos ligeiros devido aos avanços nas negociações entre os EUA e a China e dados económicos positivos na Alemanha.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 05 de abril de 2019 às 08:17

A bolsa nacional abriu em alta, retomando a tendência de ganhos depois de na quinta-feira ter fechado no vermelho pela primeira vez em oito sessões.

 

O PSI-20 abriu a subir 0,12%, com sete cotadas em alta, outras tantas em queda e quatro sem variação, aproximando-se assim dos máximos de outubro que atingiu nas últimas sessões.

 

Nas praças europeias a tendência também é positiva, com os investidores animados com os desenvolvimentos positivos nas negociações comerciais entre os EUA e a China e também com os dados económicos na Alemanha. No centro das atenções vai estar também o relatório do emprego nos EUA, que será publicado às 13:30 (hora de Lisboa) e dará novas pistas sobre o estado da maior economia do mundo.

 

Depois de ontem ter anunciado a maior queda da década nas encomendas às fábricas, a Alemanha revelou esta sexta-feira que a produção industrial subiu em fevereiro acima do estimado pelos economistas devido ao crescimento da construção, o que reduz os receios de recessão na maior economia europeia.

 

Na frente das negociações entre os Estados Unidos e a China para um acordo comercial, Donald Trump disse ontem estar otimista, sem contudo anunciar uma cimeira com o seu homólogo chinês para formalizar o fim da guerra comercial.

 

"Estamos muito perto de assinar um acordo. Os progressos estão a ser muito rápidos (…) Há boas hipóteses de que isso (a assinatura de um acordo) aconteça e isso seria muito bom para toda a gente", afirmou o Presidente dos Estados Unidos na sala oval, na presença do líder da equipa negocial chinesa, o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He.

 

"Se tivermos um acordo, faremos uma cimeira. Saberemos provavelmente durante as próximas quatro semanas", disse ainda o inquilino da Casa Branca. Já o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, disse que as negociações comerciais entre Pequim e Washington "chegaram a um novo consenso", informou hoje a agência estatal de notícias Xinhua.

 

Entre as ações portuguesas os ganhos estão a ser ligeiros, com o BCP a subir 0,13% para 0,2402 euros, a EDP a avançar 0,4% para 3,544 euros e a Galp Energia a somar 0,04% para 14,225 euros. Os CTT, com uma valorização de 0,61% para 2,63 euros, marcam a subida mais forte entre as cotadas do PSI-20.

 

Do lado das quedas a Sonae desvaloriza 0,21% para 0,945 euros e a EDP Renováveis recua 0,35% para 8,47 euros. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI