Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Navigator ganha perto de 3% e dirige arranque positivo na Bolsa de Lisboa

A Bolsa de Lisboa arrancou a última sessão da semana no verde. A papeleira comandou os ganhos no PSI, depois de esta quinta-feira ter reportado um crescimento do lucro de 151% e ter anunciado um novo investimento.

A carregar o vídeo ...
  • Partilhar artigo
  • 20
  • ...

A Bolsa de Lisboa arrancou a última sessão da semana no verde, com a Navigator a comandar os ganhos.

O índice de referência nacional PSI começou o dia a valorizar 0,45% para 5.911,28 pontos. Entre as 15 cotadas que compõe o "benchmark" nacional, 10 negoceiam no verde e cinco no vermelho.

A Navigator comanda os ganhos, a valorizar 2,96% para 4,18 euros,  depois de a papeleira ter reportado esta quinta-feira após o fecho da sessão um aumento de cerca de 151% dos lucros.

O mercado vai ainda estar a reagir ao anúncio da "joint venture" entre a papeleira e a P2X Europe que tem em vista um projeto de até 600 milhões de euros.

A empresa liderada por António Redondo é acompanhada por outro par, a Semapa, a qual valoriza 1,60% para 13,98 euros. Ainda no setor papeleiro, a Altri negoceia na linha d’ água (-0,08%) para 6,05 euros.

Na energia a sessão arrancou pintada de verde, sendo a Galp a grande protagonista da sessão, a somar 0,62% para 9,74 euros, depois de, esta quinta-feira, a companhia liderada por Andy Brown ter anunciado que comprou 25% da Titan por 140 milhões em Espanha e assumido 100% do portefólio solar da ACS.

A petrolífera está ainda a ser impulsionada pela cotação do ouro negro no mercado internacional, o qual sobe 1%, tanto no mercado londrino como em Nova Iorque.

Por sua vez, a EDP soma 0,58% para 4,66 euros, acompanhada do braço das renováveis que acumula 0,13% para 23,19 euros. Já a Greenvolt cresce 0,53% para 7,60 euros, enquanto a REN soma 0,38% para 2,65 euros.

Já no retalho, a Jerónimo Martins cresce 0,19% para 21,24 euros, a par da Sonae que soma 0,18% para 1,11 euros.

Do lado das perdas, quem mais contraria a tendência é o BCP, que derrapa 0,61%, acompanhando o "benchmark" europeu, um dia depois de o BCE ter adimitido vir a adaptar a terceira série de empréstimos de baixos custos que tinha a decorrer para incentivar a circulação de dinheiro na economia.


(Notícia atualizada às 8:27 com restantes cotações, além da Navigator).

                                                                                                                                                           

Ver comentários
Saber mais Lisboa Navigator economia negócios e finanças mercado e câmbios bolsa
Outras Notícias