Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JPMorgan corta recomendação da Galp para "underweight"

O banco de investimento norte-americano reviu em baixa a recomendação para a petrolífera portuguesa. O preço-alvo confere às ações um potencial de subida de 19%.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 17 de Setembro de 2021 às 07:40
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

O analista Matthew Lofting, do JPMorgan, cortou a recomendação para as ações da Galp Energia, de "neutral" para "underweight", reportou a Bloomberg.

 

Quando uma ação tem recomendação de "underweight", isso significa que o analista aconselha a que tenha um peso abaixo da média na composição de uma carteira de investimentos.

 

O preço-alvo apontado pelo analista do banco de investimento norte-americano é de 10 euros, o que ainda confere um potencial de subida de 18,99% às ações da empresa tendo em conta o valor de fecho (8,404 euros) na sessão de quinta-feira, 16 de setembro.

 

O "price-target" médio para as ações da petrolífera é de 11,68 euros, segundo os dados compilados pela Bloomberg relativos às casas de investimento que cobrem a ação.

 

A Galp, recorde-se, registou lucros de 166 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano, contra perdas de 22 milhões no período homólogo de 2020.

 

A empresa liderada por Andy Brown (na foto) começa hoje a distribuir o dividendo bruto antecipado de 25 cêntimos por ação. Este valor é já referente ao prémio que diz respeito à operação deste ano

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais Galp Energia JPMorgan energia
Outras Notícias