A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Avaliação bancária das casas atinge novo máximo em outubro

A avaliação bancária fixou-se em 1.304 euros por metro quadrado no mês passado, um novo máximo histórico.

Miguel Baltazar
Rafaela Burd Relvas rafaelarelvas@negocios.pt 28 de Novembro de 2019 às 11:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
O valor médio a que os bancos avaliam as casas no âmbito do crédito à habitação alcançou um novo valor máximo em outubro. Nesse mês, a avaliação bancária fixou-se em 1.304 euros por metro quadrado, ultrapassando, pela primeira vez, a fasquia dos 1.300 euros por metro quadrado.

Os dados foram publicados, esta quinta-feira, 28 de novembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que dá conta de que o valor médio de avaliação bancária aumentou em 5 euros face a setembro. A avaliação de 1.304 euros por metro quadrado em outubro representa um aumento de 0,4% em relação ao mês anterior e de 7,6% face ao mesmo mês do ano passado. A avaliação bancária está a subir ininterruptamente desde abril de 2017.

A subida mais expressiva voltou a registar-se nos apartamentos, onde o valor médio de avaliação dos bancos foi de 1.389 euros por metro quadrado em outubro, o que corresponde a uma subida homóloga de 8,8%. Já nas moradias, a avaliação bancária fixou-se em 1.167 euros, uma subida de 5,1%.

Quanto às regiões, é no Algarve e na Área Metropolitana de Lisboa que continuam a registar-se os valores mais elevados. No Algarve, a avaliação bancária ultrapassou mesmo, pela primeira vez, a fasquia dos 1.700 euros, fixando-se em 1.719 euros por metro quadrado, uma subida de 8,4% em relação a outubro do ano passado.

Já em Lisboa, a avaliação bancária aumentou 8,8% em relação ao ano passado e fixou-se em 1.614 euros por metro quadrado.

Em sentido contrário, os valores mais baixos observam-se no Centro e no Alentejo, que foi também a única região onde a avaliação bancária registou uma quebra em cadeia. O valor médio de avaliação bancária fixou-se em 1.049 euros na região Centro e em 1.052 euros por metro quadrado no Alentejo, uma quebra de 0,2% face a setembro.

Notícia atualizada pela última vez às 11h32 com mais informação.
Ver comentários
Saber mais avaliação bancária habitação ine crédito
Mais lidas
Outras Notícias