Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paulson: "Não recomendo a ninguém investir em criptomoedas"

O conhecido investidor que ganhou 20 mil milhões com a queda do valor dos ativos durante a crise do subprime tem-se mantido afastado das criptomoedas.

Bloomberg
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 30 de Agosto de 2021 às 08:41
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

Conhecido pelas suas apostas contrárias que lhe valeram milhões, em particular na crise do subprime, John Paulson tem-se mantido afastado do mundo das criptomoedas. 14 anos depois da crise financeira, o bilionário identifica novamente sinais de elevada especulação no mercado. Ainda assim, o investidor considera que as criptomoedas vão provar ser uma bolha "sem valor".

Enquanto a maioria dos investidores mundiais via o valor das suas carteiras esfumar-se, devido à crise do subprime, Paulson recorreu a estratégias de "short selling" para ganhar com o colapso do mercado hipotecário norte-americano. Uma aposta que rendeu 20 mil milhões de dólares naquela que foi a maior crise financeira desde a Grande Depressão. Desde então o investidor não teve outra oportunidade de investimento igual. 

Em entrevista à Bloomberg, Paulson mostrou-se preocupado com o aumento dos preços, adiantando que a rápida expansão da oferta de dinheiro pode puxar pela inflação bem acima das expectativas do mercado e o ouro é um bom ativo para proteger a carteira neste momento.

Já quanto às criptomoedas, Paulson argumenta que estes ativos são uma bolha que vai "eventualmente provar ser sem valor". "Não recomendaria a ninguém investir em criptomoedas", adiantou o investidor.

Longe dos holofotes nos últimos anos, Paulson tranformou, no ano passado, o seu hedge fund num family Office, depois dos ativos terem recuado para cerca de nove mil milhões de dólares em 2019, face aos 38 mil milhões que geria em 2011.

Ver comentários
Saber mais criptomoedas John Paulson investidor subprime short selling hedge fund
Outras Notícias