Mercados Sprint final dá segunda sessão no verde a Wall Street

Sprint final dá segunda sessão no verde a Wall Street

Um "rally" nos últimos ,minutos permitiu às bolsas nova-iorquinas fecharam positivas pelo segundo dia consecutivo, apesar dos maus dados económicos divulgados.
Sprint final dá segunda sessão no verde a Wall Street
Lucas Jackson/Reuters
Pedro Curvelo 15 de maio de 2020 às 21:10
Wall Street despediu-se da semana com uma sessão positiva, a segunda consecutiva. Tudo graças a um "sprint" final que colocou o Dow Jones e o S&P 500 acima da linha d'água, juntando-se ao tecnológico Nasdaq, que já seguia no verde.

O Dow Jones avançou 0,25%, para os 23.685,42 pontos, enquanto o índice alargado S&P 500 subiu 0,39%, fechando nos 2.863,70 pontos. Já o tecnológico Nasdaq Composite terminou o dia nos 9.014,56 pontos, a ganhar 0,79%. O Nasdaq voltou a apresentar um saldo positivo no acumulado do ano, com uma valorização de 0,42% desde o início de 2020.

Contudo, o balanço da semana é negativo para todos os principais índices. O Dow Jones perdeu 2,65%, o S&P 500 recuou 2,28% e o Nasdaq caiu 1,23%.

As praças de Nova Iorque preparavam-se para fechar negativas, pressionadas pelos maus dados económicos hoje divulgados, em particular a quebra nas vendas a retalho, que sofreram a maior descida desde 1992.

Entre os fatores que contribuíram para o "rally" tardio esteve a subida nos preços do petróleo, com o WTI a encerrar nos 29,43 dólares, a subir 6,8% para máximos desde 13 de março. O preço do ouro negro no Nymex acumulou uma subida de 19% na semana, num dia em que a Baker Hughes revelou que as plataformas em atividade nos EUA recuou pela nona semana consecutiva, passando de 292 para 258, o valor mais baixo desde a Grande Depressão.



Marketing Automation certified by E-GOI