Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Zap Solutions centra atenções de investidores após impulso de El Salvador à bitcoin

A empresa fundou uma aplicação que serve para transferir e trocar dinheiro fiduciário por bitcoins, sendo a aplicação mais famosa na América Central. Agora, com o número de utilizadores a subir em El Salvador e nos países vizinhos, estarão prestes a reforçar o seu financiamento.

Getty Images
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 26 de Julho de 2021 às 13:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O nome Jack Mallers poderá ser desconhecido pela maioria, mas o fundador da Zap Solutions - uma "startup" que desenvolveu uma aplicação para a transferência de dinheiro fiduciário para bitcoin - tem estado a ter algum protagonismo desde que El Salvador se tornou o primeiro país a aceitar bitcoin como uma moeda legal, com o interesse em financiar o seu projeto a aumentar.

Mallers esteve a trabalhar com o Executivo liderado pelo presidente de El Salvador, Nayib Bukele (39 anos), para tornar possível que a bitcoin fosse desenhada como moeda legal no país. Agora, apesar de a sua aplicação chamada Strike não ser a única que permite o pagamento com bitcoins no país da América Central, é a mais popular na região, permitindo que os utilizadores façam transferências de forma gratuita.

Com a subida do interesse por parte de investidores, a empresa estará a fechar uma nova ronda de financiamento nos próximos meses. Mallers, numa entrevista recente, não quis revelar o montante que a empresa pretende angariar, mas em abril do ano passado, a Zap Solutions levantou 3,5 milhões de dólares, passando a estar avaliada em 16,5 milhões.

A aplicação 
Strike estará disponível em entre 50 a 100 países até ao final do ano, vindo apenas de El Salvador e dos EUA, disse Mallers à Bloomberg. O serviço está já a ser testado no Reino Unido, Canadá e Austrália. Até o final do ano, Zap espera ter alguns milhões de clientes, face às centenas de milhares que tem hoje, disse o fundador na mesma entrevista.

Apesar de ser uma empresa registada no FinCen, uma agência do Departamento do Tesouro dos EUA que regula e combate crimes ligados às transações financeiras, a empresa poderá enfrentar problemas regulatórios no curto prazo, em linha com o que tem acontecido com outras empresas ligadas ao mundo das criptomoedas, como é o caso da corretora Binance.

A Zap também planeia emitir um cartão Visa ainda este ano, que permitirá aos clientes ganhar recompensas em fiat ou Bitcoin. A "startup" é parceira da Visa, que formou alianças comerciais semelhantes com outras empresas de criptografia.
Ver comentários
Saber mais Zap Solutions El Salvador Jack Mallers Strike Zap Visa economia negócios e finanças negócios (geral) Informação sobre empresas serviços financeiros grandes empresas
Outras Notícias