Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cotação do Brent volta a pesar na subida dos combustíveis da próxima semana

A cotação do petróleo Brent já ultrapassou duas vezes o patamar dos 90 dólares o barril esta semana. Para os próximos dias, os cálculos apontam para uma subida dos preços tanto do gasóleo como da gasolina.

Em Portugal, os combustíveis estão 16% mais caros do que da última vez que o petróleo esteve nos atuais valores, em outubro de 2018.
Cátia Barbosa
Fábio Carvalho da Silva fabiosilva@negocios.pt 28 de Janeiro de 2022 às 17:00
  • Partilhar artigo
  • 12
  • ...

Os preços dos combustíveis nos postos de abastecimento continuam a refletir os aumentos no mercado internacional, devendo subir na próxima semana. Os condutores devem ainda contar que a partir do dia 31 de janeiro termina a redução do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) em dois cêntimos na taxa da gasolina e um cêntimo no gasóleo.

A partir de segunda-feira, dia 31 de janeiro, tanto o gasóleo como a gasolina vão custar mais nos postos de abastecimento em Portugal. No caso do gasóleo simples, os preços deverão subir cerca de um cêntimo por litro para os 1,609 euros por litro, segundo os cálculos do Negócios. Já a gasolina simples 95 sobe quase dois cêntimos por litro, para os 1,750 euros, seguindo a tendência das últimas semanas.

Desde o dia 3 de janeiro, a gasolina já aumentou cinco cêntimos e o gasóleo sete cêntimos. Durante o ano passado, os preços da gasolina subiram 19% e do gasóleo 21%, em grande parte devido ao disparo de mais de 50% da cotação do crude nos principais mercados internacionais - naquela que é a maior subida anual desde 2009. Foi o ano de alívio pandémico, se bem que por pouco tempo. Ainda assim, a variante ómicron assusta menos em termos de impacto na procura de energia.

Esta semana, o Brent, que serve de referência às importações europeias, subiu 2,17% para 90,11 dólares por barril, tendo ultrapassado a barreira dos 90 dólares pela primeira vez desde outubro de 2014.

Esta sexta-feira, o contrato de março do Brent volta a superar este patamar, avançando 1,98%, para 91,11 dólares por barril.

Já o West Texas Intermediate (WTI), "benchmark" para os Estados Unidos, para entrega em março valoriza 2,10% para 88,43 dólares por barril.

Para este ano reina a incerteza sobre o aumento do preço do petróleo, havendo analistas que apontam para uma linha de suporte de 75 dólares o barril e de resistência de 85 dólares, para o brent do Mar do Norte, como aqueles que apontam para cotações na ordem dos três dígitos, como é o caso da Bloomberg Intelligence.

Os cálculos têm por base a evolução destes dois derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Mas o custo dos combustíveis na bomba dependerá sempre de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os novos preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Ver comentários
Saber mais Imposto Produtos Petrolíferos ISP Negócios energia gasóleo
Outras Notícias