Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Benfica aumenta emissão de obrigações para 50 milhões de euros

A Benfica SAD reforçou em 15 milhões de euros, para 50 milhões, o montante máximo da emissão de obrigações a três anos que pode ser subscrita até à próxima sexta-feira.

Benfica
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 08 de Julho de 2020 às 16:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 17
  • ...
A Benfica SAD optou por reforçar o montante máximo da emissão de obrigações 2020-2023 de 35 milhões para 50 milhões de euros, anunciou esta quarta-feira a sociedade anónima desportiva do clube das "águias" em comunicado enviado à CMVM.

A SAD "encarnada" tinha a possibilidade de aumentar, até hoje, o montante de obrigações a emitir, mediante a publicação de uma adenda ao prospeto da emissão.

A presente emissão, a décima da Benfica SAD, abriu o prazo de subscrição a 29 de junho e os investidores poderão subscrever as obrigações até às 15:00 de sexta-feira, 10 de julho. O montante mínimo de subscrição é de 300 obrigações, o que corresponde a um valor de 1.500 euros. A taxa de juro bruta anual é fixa e de 4%, 25 pontos base acima dos 3,75% da anterior emissão.

Em declarações ao Negócios, o CEO do Grupo Benfica, Domingos Soares de Oliveira, indicou que a emissão “visa garantir que, qualquer que seja o cenário de retoma das competições, a Benfica SAD terá uma robustez de tesouraria suficientemente forte e conseguirá fazer face a todos os compromissos, tanto internos como externos”.

Adicionalmente, o responsável assinalou que, com esta emissão, a SAD pode "encarar um eventual enfraquecimento do mercado de transferências com uma relativa tranquilidade”.
Ver comentários
Saber mais Benfica SAD CMVM futebol emissão aumento domingos soares de oliveira
Mais lidas
Outras Notícias