Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Emissão de Espanha bate recorde com juros negativos

Dívida a três e nove meses, com taxas de juro negativas. Este foi o resultado de mais um leilão de dívida de curto prazo do Tesouro espanhol, que atingiu mesmo um novo mínimo histórico.

34º - Espanha. Posição em 2015 (37ª)
Negócios jng@negocios.pt 19 de Julho de 2016 às 12:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Tesouro espanhol regressou esta terça-feira, 19 de Julho, ao mercado de dívida de curto prazo. Vendeu títulos a três e nove meses, com os quais angariou um montante superior a três mil milhões de euros, segundo aponta a agência EFE. De destacar é o facto de ter voltado a conseguir taxas de juro negativas, tendo mesmo superado os mínimos históricos.

É que Espanha financiou-se em 2.471,3 milhões de euros com a colocação de dívida a nove meses. Estes títulos garantiram uma taxa de juro de -0,206%, o que representa o valor mais baixo de sempre. Além deste montante, o Tesouro vendeu ainda 581 milhões de euros em dívida a três meses.

Neste caso, a taxa de juro foi de -0,321%, mais baixa que na operação anterior, mas não um mínimo histórico. Feitas as contas, Espanha emitiu um total de 3.052,3 milhões de euros em dívida de curto prazo, na véspera de também Portugal recorrer ao mercado para colocar bilhetes do Tesouro.

Ver comentários
Saber mais dívida de curto prazo Espanha emissão de dívida bilhetes do Tesouro Portugal obrigações mercados
Mais lidas
Outras Notícias