Patrícia  Abreu
Patrícia Abreu 29 de abril de 2019 às 19:20

Vale a pena investir em empresas sem lucros?

Companhias como a Amazon, o Facebook ou o Twitter fizeram o seu percurso para a bolsa com resultados negativos. E nem por isso deixaram de atrair interesse por parte dos investidores.

A rentabilidade de uma empresa é um dos principais rácios analisados pelos investidores. Mas nem sempre é assim quando se tratam de novas empresas do setor tecnológico. Companhias como a Amazon, o Facebook ou o Twitter fizeram o seu percurso para a bolsa com resultados negativos. E nem por isso deixaram de atrair interesse por parte dos investidores. Bem pelo contrário. Para um fundo do SoftBank, a rentabilidade de uma empresa está longe de ser o fator mais importante. De acordo com o gestor Munish Varma, o fundo não está "muito focado em quando uma empresa dá lucro", mas antes em se "o negócio faz sentido", adiantou o especialista à CNBC. A estratégia do fundo foca-se, assim, na aposta em empresas que têm na mira "mercados que são sólidos, com um produto que claramente satisfaz as suas necessidades". É o caso de muitas das empresas que optam por financiar-se através de rondas privadas e apenas depois abrem capital. "Nos últimos anos, as empresas têm permanecido privadas por muito mais tempo, mas isso não significa que as necessidades de capital desapareceram", acrescentou Munish Varma. Ou seja, ainda há oportunidade para os investidores particulares. Será que vale o risco?

 

Jornalista

 

pub

Marketing Automation certified by E-GOI