Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A assinatura Bilal

Um álbum de Tintim volta a estabelecer um novo recorde de venda em leilão, mas a grande sensação é o valor extraordinário que atingiram as criações de Enki Bilal.

José Vegar 31 de Outubro de 2015 às 11:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O volume dois da Trilogia Nikopol, "A Mulher Armadilha", provavelmente a criação mais conhecida do autor de banda desenhada Enki Bilal, foi vendido por 361 mil euros num leilão organizado pela casa Artcurial, realizado em Hong Kong, há duas semanas. No mesmo leilão, uma primeira edição de "O Lótus Azul", de Hergé, foi adquirido por 1,1 milhões de euros, e um álbum de Moebius, "A Garagem Hermética", foi para um licitante que pagou 280 mil euros. Os resultado levam-nos, aqui, a fazer uma actualização curiosa do valor da Nona Arte, da banda desenhada, no mercado global contemporâneo dos bens culturais.

Antes de tudo o mais, Hergé confirma-se como o grande autor de banda desenhada, e o seu personagem, o jovem jornalista Tintim, bem como todos os seus amigos, em especial o "fox-terrier" Milu, mantêm um grau de popularidade mundial verdadeiramente extraordinário. De facto, embora tenha sido a primeira vez que uma peça de Hergé tenha ultrapassado o milhão de euros, algumas outras, em leilões recentes, tinham já estado muito perto deste valor. O valor de mercado de Hergé, garantem os peritos, deve-se, no essencial, a dois argumentos. O autor belga foi um dos percursores da banda desenhada, e Tintim atingiu uma universalidade quase "plena", muito por força dos cenários das suas aventuras, vividas um pouco por todo o mundo.

No entanto, muito mais curioso é o valor actual de Enki Bilal, nascido em 1951, e de alguns dos seus contemporâneos, como o referido Moebius. De facto, Bilal está ainda vivo e a produzir, e a sua obra não é universal, e muito menos simples, como a de Hergé. Nascido na ex-Jugoslávia, mas residente em França há várias décadas, Bilal tem uma obra dividida entre a história do totalitarismo nas primeiras décadas do século XX e a exploração de possíveis futuros distópicos da humanidade, que incluem ou urbanismo caótico e a violência grupal, mas, principalmente, a evolução biológica, e as possibilidades levantadas pela tecnologia e pela robotização. No primeiro campo estão álbuns como "As Falanges da Ordem Negra" e "A Caçada", no segundo a citada Trilogia Nikopol, mas também outra trilogia, a "32 de Dezembro". Temos, portanto, um autor longe de paisagens gráficas e temas fáceis.

Uma possível explicação para o êxito de mercado de Bilal, que é também cineasta e ilustrador, é que, de algum modo, ele conta a história contemporânea. Uma outra é, claro, o enorme poder do seu traço e da sua cor. Mas o que está para saber, em termos de mercado, é se Bilal é um fenómeno isolado ou o ponta de lança de uma série de autores contemporâneos de banda desenhada, como Moebius, Herman e outros, que irão, a breve prazo, transformar-se em valores sólidos para o mercado.


___________________________________

A matriz Finer
A Artcurial, www.artcurial.com, sendo francesa, é a casa leiloeira com maior presença no mercado da BD, embora a Christie's também os faça, realizando periodicamente leilões com álbuns de primeira edição, mas também com ilustrações e pranchas originais, os materiais mais desejados pelos investidores. Em paralelo, há vários "dealers" franceses com espólios de grande qualidade, entre os quais se destaca o de Daniel Maghen (www.danielmaghen.com).



*Nota ao leitor: Os bens culturais, também classificados como bens de paixão, deixaram de ser um investimento de elite, e a designação inclui hoje uma panóplia gigantesca de temas, que vão dos mais tradicionais, como a arte ou os automóveis clássicos, a outros totalmente contemporâneos, como são os têxteis, o mobiliário de design ou a moda. Ao mesmo tempo, os bens culturais são activos acessíveis e disputados em mercados globais extremamente competitivos. Semanalmente, o Negócios irá revelar algumas das histórias fascinantes relacionadas com estes mercados, partilhando assim, de forma independente, a informação mais preciosa.

Ver comentários
Saber mais Tintim Enki Bilal leilão Trilogia Nikopol Moebius Hergé banda desenhada
Outras Notícias