Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Património da antiga CUF no Barreiro vai ser classificado

A Direcção-Geral do Património Cultural decidiu classificar como de interesse arquitectónico e cultural uma parte dos imóveis da antiga Companhia União Fabril, no Barreiro. O gigante industrial que, no Estado Novo, chegou a ser o maior conglomerado da Península Ibérica.

Filipa Lino flino@negocios.pt 03 de Junho de 2017 às 14:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
"O que o país não tem a CUF cria". O slogan ficou célebre. A Companhia União Fabril (CUF) foi um império industrial, com base no sector químico, fundado por Alfredo da Silva, em 1908. O empresário escolheu o Barreiro para construir um complexo fabril que se tornou no motor económico daquela região, dando emprego a uma grande parte da população. E foi pioneiro nos benefícios sociais que deu aos seus trabalhadores.

Agora a Direcção-Geral do Património abriu o procedimento para a classificação de vários imóveis ligados à actividade industrial e à obra social da antiga CUF. Num despacho com a data de 8 de Maio de 2017, é realçada "a importância deste raro conjunto de Património Arquitectónico ligado à indústria química, pioneiro entre nós, nas diversas componentes que abrangia".

O documento da DGP deverá ser publicado na próxima semana em Diário da República e abrangerá a Casa Museu Alfredo da Silva, o antigo posto da GNR, o Museu Industrial e Centro de Documentação, o Bairro Operário de Santa Bárbara, o Mausoléu de Alfredo da Silva, entre outros edifícios industriais e sociais daquele complexo industrial. 

Em 1975, Portugal tinha o maior conglomerado industrial da Península Ibérica e um dos maiores da Europa. A CUF pesava cerca de 5% no PIB nacional e empregava milhares de pessoas. O gigante não escapou à onda de nacionalizações que começou a varrer o país em consequência do golpe falhado de Spínola a 11 de Março de 1975. 

Actualmente os territórios e equipamentos da antiga CUF no Barreiro estão a ser geridos por uma entidade pública criada em 2009 - a Baía do Tejo, SA - cujo capital é totalmente detido pela Parpública. 


Ver comentários
Saber mais CUF DGPC Barreiro Baía do Tejo família Mello Estado Novo indústria Companhia União Fabril
Outras Notícias