Weekend Pedro Gadanho: Os museus não se podem vender como sabonetes
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Pedro Gadanho: Os museus não se podem vender como sabonetes

Pedro Gadanho é director do Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia, que abriu em Outubro de 2016 e pretendia colocar Portugal no mapa internacional da arte contemporânea. O objectivo foi cumprido, garante. Mas, no ano passado, 75% dos mais de 375 mil visitantes eram portugueses. O crescente fluxo de estrangeiros em Lisboa é positivo e a cultura é um pilar fundamental para os atrair, diz o arquitecto.
Pedro Gadanho: Os museus não se podem vender como sabonetes
Miguel Baltazar

Às vezes digo, ironicamente, que já não trabalho no sector cultural, mas sim no turístico. Pedro Gadanho, director do MAAT - Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia, foi entrevistado numa esplanada à beira Tejo.)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub