Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Exportações de bens crescem em abril mesmo comparando com pré-pandemia

As exportações de bens quase duplicaram em abril deste ano, quando comparado com o mesmo mês de 2020, um período de pleno confinamento. Mas mesmo face a abril de 2019, as vendas ao exterior subiram 7%.

Nos primeiros quatro meses do ano as exportações de bens e serviços decresceram 15%.
Vítor Mota
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
As exportações de bens cresceram 82,4% em abril, ou seja, quase duplicaram, revelou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE). O aumento muito significativo está relacionado com o facto de em abril do ano passado o país ter estado em pleno confinamento, bem como os seus principais parceiros comerciais. Mas mesmo comparando as vendas ao exterior com abril de 2019, as exportações cresceram 7%, mostram os dados.

Do lado das importações, verificou-se em abril um aumento de 60,4%, mas este efeito da base de comparação também se verifica. "Estas variações homólogas, em abril, incidem sobre o mês de 2020 em que o impacto da pandemia COVID-19 se fez sentir de forma mais intensa, correspondendo ao mês com os menores valores absolutos e com os maiores decréscimos homólogos de todo o período pandémico", sublinha o INE.

Comparando com abril de 2019, um mês pré-pandemia, as importações caíram 2,6%, adianta o INE. Porém, aqui "é de mencionar que as importações nesse mês de 2019 foram particularmente elevadas em consequência da aquisição ao exterior de material de transporte", explica o organismo de estatísticas.

Estes dados do comércio internacional não estão corrigidos do efeito de preços, pelo que podem refletir também uma alteração a este nível. Porém, mesmo excluindo das contas os combustíveis e lubrificantes, uma categoria onde os preços variam mais, as exportações aumentaram 82,1% face a abril de 2020 e 8,4% quando comparado com abril de 2019. As importações subiram 15,8% face a abril do ano passado e caíram 0,6% face ao mesmo mês de 2019.

Olhando para o período acumulado dos primeiros quatro meses deste ano, verifica-se também uma subida das vendas ao exterior face ao período pré-pandemia, com as exportações subir 3,9%. Já as importações estão aquém, tendo caído 6,7%.

O INE explica que nesta comparação verifica-se que houve uma redução das exportações de material de transporte (de 4,8%) e também uma contração das compras destes bens ao exterior (de 29,1%). Já as máquinas e outros bens de capital, produtos geralmente relacionados com o investimento, registaram uma subida de 13,1% das exportações de 4,5% das importações. Tanto as exportações de fornecimentos industriais como as importações cresceram também (3,3% e 5%, respetivamente).

Já no que diz respeito aos países de destino, o INE sublinha que se registou em abril uma subida de 15% nas vendas a Espanha, o principal parceiro comercial de Portugal, quando comparadas com 2019, e de 4,6% nas importações.

(Notícia atualizada às 11:33)
Ver comentários
Saber mais Exportações importações comércio internacional pandemia INE
Outras Notícias