Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Marcelo testa positivo à covid

O Presidente da República testou positivo à covid-19 e está assintomático. Cancelou toda a agenda para os próximos dias, a começar pela sessão com os peritos no Infarmed e a audição dos partidos políticos previstas para amanhã.

Pedro Pina/RTP
Negócios 11 de Janeiro de 2021 às 22:06
  • Partilhar artigo
  • 9
  • ...

"Tendo o Presidente da República testado negativo ontem, e apesar do teste antigénio de hoje ser negativo, soube-se agora, às 21h40, que o teste PCR deu positivo", segundo a informação que consta no site da presidência.

 

Segundo o mesmo documento, Marcelo Rebelo de Sousa, que está assintomático, comunicou ao presidente da Assembleia da República, ao primeiro-ministro e à ministra da Saúde e, "encontrando-se a trabalhar em Belém, aí ficou e ficará em isolamento profilático na zona residencial, aguardando o inquérito epidemiológico".

 

Marcelo cancelou toda a agenda para os próximos dias, a começar pela sessão com os peritos no Infarmed e a audição dos partidos políticos previstas para amanhã.

Ao longo dos últimos dias, Marcelo esteve presente em vários debates televisivos com os candidatos à presidência: Ana Gomes, Marisa Matias, João Ferreira, André Ventura, Tiago Mayan Gonçalves e Vitorino Silva.

André Ventura em isolamento profilático

 

O líder do Chega e candidato a Belém, André Ventura, está em isolamento profilático após ter tido contacto com Marcelo Rebelo de Sousa no debate presidencial da passada semana.

"No contacto do debate chegámos a estar muito próximos. Estamos em contacto com as autoridades de saúde", confirmou o candidato ao Correio da Manhã. 

Marisa Matias suspende campanha presencial até resultados de teste

 

Já Marisa Matias suspendeu a agenda presencial até ao resultado do teste à covid-19, já feito devido às viagens às ilhas, apesar de não ter sido considerada contacto de risco pelas autoridades sanitárias.

No Twitter, Marisa Matias anunciou que contactou "esta noite a linha SNS24, que não considerou existir contacto de risco", tendo a última vez que esteve com Marcelo Rebelo de Sousa sido no debate de dia 2 de janeiro.

"Fiz hoje mesmo um teste à covid-19, que estava previsto no âmbito da atividade eleitoral, aguardando o resultado", referiu ainda.

Fonte da candidatura adiantou à Lusa que a agenda presencial fica suspensa até ser conhecido o resultado do teste que Marisa Matias fez na segunda-feira devido às viagens previstas, no âmbito da campanha eleitoral, aos Açores e Madeira para quarta-feira.

Marisa Matias mantém a participação na reunião de hoje do Infarmed, virtualmente, a partir de casa.

Logo que se soube do teste positivo do presidente recandidato, a candidata apoiada pelo BE contactou Marcelo Rebelo de Sousa e lamentou o teste positivo à covid-19, desejando-lhe as melhoras e rápida recuperação.

Ana Gomes já foi contactada por Casa Civil de Marcelo e receberá indicações

 

Entretanto, Ana Gomes informou que já foi contactada pela Casa Civil do Presidente da República e que na terça-feira receberá o contacto das autoridades de saúde.

"Acabo de ter contacto de Casa Civil PR. Amanhã serei contactada por autoridades saúde. Seguirei obviamente recomendações que me fizerem. Seguirei on line reunião Infarmed. Ignoro se debate RTP com todos candidatos será mantido. Sinto-me muito bem", escreveu a antiga eurodeputada socialista, na sua conta no Twitter, pouco antes da meia-noite.

Meia hora antes, a candidata tinha escrito não ter ainda sido contactada pela Presidência da República e estar a aguardar instruções da Direção Geral de Saúde (DGS).

A dúvida é se a antiga eurodeputada socialista terá ou não de cumprir isolamento profilático, uma vez que teve um debate televisivo no sábado com Marcelo Rebelo de Sousa, na RTP.

A candidata teve hoje agenda presencial: uma iniciativa em Mem Martins (Sintra), ao ar livre, e na qual esteve sempre de máscara.

Numa publicação na rede social Twitter, Ana Gomes já tinha desejado ao Presidente da República "um rápido e franco restabelecimento" e que continue sem sintomas. "Acabo de saber que o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa está com covid. Desejo a continuação de falta de sintomas e rápido e franco restabelecimento", escreveu.

João Ferreira cancela ações de campanha previstas para terça-feira

O candidato presidencial João Ferreira cancelou as ações de campanha previstas para terça-feira, um encontro com a deputada socialista Isabel Moreira e uma iniciativa com a população em Almada, por causa da infeção do Presidente da República.

A informação foi confirmada já na madrugada de terça-feira à agência Lusa por fonte da candidatura do comunista, que não adiantou mais informações.

João Ferreira tinha dito, ao final da noite de segunda-feira, que estava "tranquilo" relativamente ao facto de Marcelo Rebelo de Sousa estar infetado com o SARS-CoV-2, acrescentando que iria aguardar por indicações das autoridades sanitárias.

"Estou tranquilo e farei aquilo que me recomendarem as autoridades de saúde. Neste momento estou absolutamente tranquilo", disse o candidato aos jornalistas à margem de uma ação de campanha, na noite de segunda-feira, na Padaria do Povo, em Lisboa.

Desejando ao Presidente da República "uma pronta recuperação", o candidato do PCP disse também que iria aguardar pelas indicações que sairão da reunião de responsáveis políticos e especialistas prevista para terça-feira.

Marcelo Rebelo de Sousa e João Ferreira debateram na noite de 4 de janeiro.

Vitorino Silva não foi considerado contacto de risco e mantém campanha

 

Vitorino Silva, por sua vez, disse que contactou a linha SNS24, por causa da infeção do Presidente da República, e que, como não foi considerado contacto de risco, vai continuar com a campanha eleitoral.

"Já falei com a SNS24 e, como não sou contacto de risco, posso continuar a campanha, com cuidados", disse à agência Lusa o candidato, popularmente conhecido como "Tino de Rans".

O também dirigente do RIR (Reagir, Incluir e Reciclar) mantém por isso as ações de campanha previstas e acrescentou que "logo que tenha oportunidade" vai pedir para fazer um teste de deteção da presença do novo coronavírus.

Na rede social Twitter o candidato desejou "as suas rápidas melhoras" ao chefe de Estado. Marcelo Rebelo de Sousa e Vitorino Silva debateram na noite da última quinta-feira, na RTP3.

Semana decisiva 

Recorde-se que a escalada no número de casos de covid-19 e o enorme aumento da pressão sobre os hospitais vão levar o país novamente para um confinamento rigoroso e esta será uma semana decisiva. O primeiro passo começou ainda na sexta-feira com uma reunião de emergência com os parceiros sociais e a audição dos primeiros partidos políticos, processo que ficou concluído no sábado. Logo aí se percebeu que o país ia voltar a um confinamento geral, semelhante ao que existiu em março.

Antes de decidir o figurino final das novas regras, o Governo reúne-se esta terça-feira com especialistas no Infarmed, pelas 10h. A avaliação mais fina da evolução da pandemia e da capacidade de resposta dos hospitais ajudará a calibrar as medidas.

Seguem-se as formalidades para a renovação do estado de emergência, que terá de ser aprovado pelo Parlamento e assinado pelo Presidente da República, na quarta-feira. No mesmo dia à tarde o Conselho de Ministros aprovará as novas regras, que o primeiro-ministro dará a conhecer ao país e que devem entrar em vigor às zero horas de quinta-feira, dia 14.

 

(notícia atualizada pela última vez à 01:36 de 12 de janeiro)

Ver comentários
Saber mais Marcelo covid
Outras Notícias